Nova tragédia por tornados em Oklahoma, nos EUA, deixa nove mortos

Washington – Vários tornados provocaram na sexta-feira uma nova tragédia nos arredores de Oklahoma City, no sul dos Estados Unidos, deixando nove mortos, entre eles uma mãe e seu bebê cujo carro se acidentou, e afetando quase a mesma região devastada por um fenômeno similar no dia 20 de maio, quando morreram 24 pessoas.

O serviço médico legal de Oklahoma confirmou por e-mail a morte de nove pessoas, cinco delas ainda não identificadas.

Entre os falecidos encontram-se uma mãe e seu bebê, que morreram em um acidente com o carro no qual se deslocavam pela estrada interestadual 40, indicou Betsy Randolph, porta-voz do sistema de estradas de Oklahoma, à rede NBC.

De acordo com as autoridades, inúmeras pessoas ficaram feridas em colisões e acidentes de carro. Os ventos violentos deixaram muitos feridos – 87 segundo o jornal local The Oklahoman – e causaram muitos estragos.

Vários veículos, entre eles caminhões de carga, capotaram devido à força dos ventos. De acordo com as previsões, os ventos devem se deslocar para o leste neste sábado. No Missouri, estado vizinho, o governador Jay Nixon declarou estado de emergência na noite de sexta-feira, pedindo para que os habitantes “sigam de perto as condições meteorológicas a fim de poderem se abrigar ou se deslocar para locais altos se for necessário”.

O sistema de previsão de tempestades do Serviço Nacional de Meteorologia com sede em Norman, Oklahoma, recomendou que as pessoas fiquem protegidas e longe das estradas.

Na sexta-feira, os serviços meteorológicos deram o alerta por tornados no estado de Oklahoma, levantado com a chegada da noite, mas mantiveram o alarme por possíveis inundações e fortes ventos.

Segundo a imprensa local, cinco tornados atingiram a região de Oklahoma City com ventos de até 145 km/h acompanhados de fortes chuvas de granizo.

Estes tornados também provocaram enchentes. O aeroporto de Oklahoma City precisou ser evacuado e mais de 170.000 pessoas ficaram sem energia.

A rede de televisão KFOR informou que ocorreram grandes danos nos arredores das cidades de El Reno e Yukon. Esta é a segunda grande emergência provocada pelos tornados nesta região do centro-sul dos Estados Unidos em menos de duas semanas.

Oklahoma City está dentro do chamado “Corredor de Tornados”, que se estende da Dakota do Sul ao centro do Texas, uma região particularmente vulnerável a estes fenômenos.

No dia 20 de maio, um tornado de grandes dimensões com ventos de até 320 quilômetros por hora devastou a pequena cidade de Moore, perto de Oklahoma, deixando 24 mortos e 377 feridos e afetando mais de 33.000 pessoas.

Com cerca de 1.200 tornados por ano, os Estados Unidos são o país que mais sofre com a quantidade destes fenômenos no mundo. Os tornados são particularmente frequentes nos estados das grandes planícies – o “tornado alley” – um corredor no centro do país onde as massas de ar frio e quente se encontram.

(Correio Braziliense) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.