Cemitérios americanos se recusam a enterrar checheno suspeito de atentado em Boston

Boston, Estados Unidos- A família de Tamerlan Tsarnaev, um dos acusados pelo atentado contra a Maratona de Boston, estava com dificuldades nesta segunda-feira para encontrar um local para enterrar o corpo dele, já que vários cemitérios do Estado norte-americano de Massachusetts se recusaram a aceitá-lo.

Tsarnaev, de 26 anos, foi morto em um confronto com a polícia em 19 de abril, quatro dias depois do atentado que, segundo as autoridades norte-americanas, ele e o irmão mais novo armaram contra a maratona, matando três pessoas e ferindo outras 264.

Parentes disseram querer que Tsarnaev seja enterrado na região, mas diversos cemitérios de Massachusetts rejeitaram o sepultamento. O governador do Estado, Deval Patrick, declarou nesta segunda-feira que não vai se envolver nessa questão.

De acordo com os princípios da religião muçulmana, o corpo não pode ser cremado, procedimento adotado no caso de criminosos notórios, como o responsável pelo atentado de Oklahoma City, Timothy McVeigh.

“A situação como um todo não tem precedentes”, disse um porta-voz da associação que congrega dirigentes de serviços funerários, David Walkinshaw. O Estado de Massachusetts não possui cemitérios próprios, explicou ele, e o governo federal somente possui áreas para sepultamento de veteranos de guerra, o que exclui Tsarnaev.

“O desafio aqui é que não há como exigir que um cemitério permita um enterro em sua área”, afirmou Walkinshaw.

O corpo de Tsarnaev foi levado para a casa funerária Graham Putnam & Mahoney Funeral Parlors, em Worcester, na semana passada, depois de permanecer mais de uma semana sob exames de especialistas em Boston.

O proprietário da casa funerária, Peter Stefan, que também preside um conselho encarregado de supervisionar serviços funerários e de embalsamamento em Massachusetts, tem sido alvo de protestos, mas argumenta que tem a obrigação de aceitar os restos mortais de Tsarnaev.

Stefan diz que buscará ajuda de autoridades estaduais caso não consiga encontrar um local para o enterro. No entanto, o governador Patrick já afirmou que não se envolverá na controvérsia.

“Nada tenho comentários nem uma opinião sobre isso”, declarou Patrick a repórteres, na cidade de New Bedford. “Esse é um problema de família, com o devido respeito a todos vocês, e a família precisa tomar algumas decisões. Entendo que eles têm algumas opções. Eles precisam optar em breve por uma delas”, disse Patrick.

O tio de Tsarnaev, Ruslan Tsarni, afirmou no domingo que seu sobrinho deveria ser enterrado em Massachusetts, que é seu lar. Os pais de Tsarnaev, russos da etnia chechena que retornaram à Rússia há vários anos, sugeriram em várias entrevistas e reportagens que seu filho deveria ser enterrado em Cambridge, ou então ser levado de volta à Rússia.

Mas as autoridades de Cambridge pediram aos Tsarnaev que procurem outro lugar.

“O difícil e estressante esforço dos cidadãos da cidade de Cambridge para retomar a vida tranquila sofreria impacto negativo pelo tumulto, protestos e enorme presença da mídia a tal enterro”, afirmou o administrador de Cambridge, Robert Healy em comunicado. “As famílias com entes queridos enterrados no Cemitério de Cambridge também merecem que seus mortos descansem em paz.”(Agencia Reuters)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.