Virus trazido pela cheia, provoca paralizia em crianças

O virus surge com a sujeira na água
O virus surge com a sujeira na água
O virus surge com a sujeira na água

Amazonas- Mais um malefício trazi para os ribeirinhos pela enchente dos rios da Amazônia.Quem mora na periferia de Manaus vem dividindo a casa com peixes e lixo. A enchente causada pela subida do Rio Negro trouxe vários problemas. Nessa sujeira, pode estar o gemycircularvírus, descoberto por pesquisadores do Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD / Fiocruz Amazônia) em Manaus.

O vírus já havia sido detectado no Sri Lanka e na Nicarágua, mas nunca no Brasil. “[Cinco, sete dias] depois de uma diarreia, algumas das crianças acometidas por esse vírus tiveram paralisia flácida dos membros inferiores”, informou a pesquisadora da Fiocruz Patricia Orlandi.

A paralisia é temporária e pode durar até dez dias. O mais grave é que o vírus pode causar encefalite, uma inflamação da membrana que envolve o cérebro. “Esse quadro, se não tratado corretamente, pode levar à morte”, acrescentou a pesquisadora.

O estudo começou em 2007. A Fundação Oswaldo Cruz analisou as fezes de 1500 crianças – com, no máximo, dez anos – hospitalizadas por diarreia. 900 delas tinham vírus e bactérias simples. Já as outras 600 eram uma incógnita.

Para descobrir o que teria causado a doença nessas 600 crianças, a Fiocruz trabalhou em conjunto com a Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. O vírus foi encontrado em seis amostras.

Apesar de a pesquisa ter sido feita com crianças, adultos também podem ser vítimas. O risco de infecção aumenta em áreas sem saneamento básico. A pesquisadora responsável pelo estudo acredita que o gemycircularvírus só não foi encontrado antes no Brasil porque o tratamento é o mesmo utilizado contra a diarreia normal. “Ele foi descoberto aqui porque a gente fez a pergunta, a gente fez pesquisa de campo. Não quer dizer que não exista no resto do país”, finalizou Orlandi.

Amazonianarede-Fiocruz

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.