Uruguaio detona Neymar: “se joga muito” e se preocupa com árbitro chileno

A arbitragem do chileno Enrique Osses e as frequentes simulações de Neymar são as principais preocupações do Uruguai para a partida desta quarta-feira contra a seleção brasileira no Mineirão em Belo Horizonte.

O capitão da equipe, Diego Lugano, afirmou nesta terça que o Brasil há muito deixou de ser o País do “jogo bonito” e que Neymar é um notório simulador de faltas.

“O Brasil deixou de ser o time do jogo bonito faz tempo. Desde Mauro Silva e em nível de clube também. Mais do que imaginamos. Eles vão forte, pegam, mas muito mais que as faltas que o Brasil faz, nos preocupam as faltas que simula, em especial Neymar”, disse Lugano, defensor do São Paulo por quatro anos e que sempre foi famoso pelo estilo duro de jogo.

O Brasil, com 67 faltas, foi a seleção que mais parou o jogo. Neymar, sozinho, fez 13 faltas em três jogos. Lugano fez oito em duas. O brasileiro ainda sofreu 18 faltas. Nenhum jogador foi parado com infração tantas vezes. Para Lugano, porém, nem todas estas faltas de fato aconteceram. A que originou o segundo gol da vitória sobre a Itália foi lembrada.

“Na falta do gol contra a Itália não foi nada. Ele inventou. Ao mínimo contato, por ser muito leve, ele faz um salto, cai e engana arbitragem. Me preocupa muito as faltas que ele pode simular, mas temos de saber lidar com esse craque brasileiro”, completou Lugano.

O técnico uruguaio, Oscar Tabárez, comentou também o novo padrão de jogo do Brasil e suas faltas sistemáticas no campo de defesa do adversário. E provocou. Ele citou o Barcelona, que como o Brasil, faz seu jogo na marcação sob pressão. Mas com um porém. O Barça não faz tantas faltas.

“O Brasil trata de se recuperar rápido e pressionar. O Barcelona de Guardiola fazia isso, mas sem tantas faltas. O árbitro tem de julgar a intenção, se vai só na bola ou no adversário”, comentou Tabárez. O Uruguai é o segundo time com mais faltas cometidas na Copa das Confederações: 52, quinze a menos que o Brasil.

(iG) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.