Tv Globo afasta o jornalista  William Waack  por acusação de racismo

William Waack foi afastado até que assunto seja esclarecido

Rio – Em comunicado oficial, enviado na noite desta quarta-feira (dia 8), a TV Globo diz que decidiu afastar o jornalista William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou a circular hoje na internet. Nele, minutos antes de ir ao ar num vivo durante a cobertura das eleições americanas do ano passado, alguém na rua dispara a buzina e, Waack, contrariado, faz comentários, ao que tudo indica, de cunho racista.

Diz o texto: “A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante. Diante disso, a Globo está afastando o apresentador William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou hoje a circular na internet, até que a situação esteja esclarecida”.

Não Lembra

Ainda segundo o comunicado, “Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação”.

A assessoria da emissora complementa: “William Waack é um dos mais respeitados profissionais brasileiros, com um extenso currículo de serviços ao jornalismo. A Globo, a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos”.

William Waack, de 65 anos, estava à frente do “Jornal da Globo” desde 2005, e, em outubro de 2015, tornou-se o único âncora, com a saída da jornalista Christiane Pelajo.

O jornalista também atuava como apresentador do “Painel”, na Globonews. Por muitos anos, Waack atuou como correspondente internacional, primeiro na imprensa escrita e, depois, na Globo, cobrindo os principais conflitosinternacionais nas últimas décadas do século 20.

Amazonianarede-Jornal  Extra

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.