Turistas reclamam da falta de estrutura no Iranduba e Prefeitura garante que tudo vai melhorar

Amazonianarede – Correio da Amazônia – Redação

Manaus – Os turistas que se deslocaram no feriadão de Carnaval para a cidade de Iranduba, a menos de 30 Km da capital e interligada por rodovia, não gostaram da falta de estrutura da cidade e retornaram a Manaus decepcionados e segundo os visitantes do município, foi difícil até encontrar acomodações para dormir.

Fontes da Prefeitura, reconhecem que a cidade ainda não conta como uma boa estrutura para recepcionar os turistas, mas garantem que dentro de pouco tempo esse problema está muito melhor, considerando que vários investidores estão procurando o município e certamente até a Copa de 2014, Iranduba terá contar com uma razoável estrutura turística, tanto na parte de hotelaria, como de restaurantes e outros requesitos procurados pelos turistas.

Em Parintins, no início da década 90, o número de hotéis não atendia a demanda de turistas que chegavam ávidos por participar do Festival Folclórico. Para amenizar a situação o governo beneficiou a comunidade, abrindo linhas de financiando para que os moradores da cidade construíssem pousadas, casas, apartamentos e quitinetes para alugar na alta temporada. A medida resolveu em parte o problema da falta de hospedagem e alojamento para os visitantes do famoso Festival.

Da mesma forma, estamos propondo essa experiência ao município de Iranduba, que enfrenta problema idêntico ocorrido em Parintins. Após a construção da Ponte Manaus – Cacau Pirera, a população manauara corre para a vizinha cidade nos fins de semana em busca de ar puro e sossego.

Torceremos para que, após ler essa matéria o prefeito Xinaik, deva conversar com vereadores e dar um pronunciamento ao povo irandubense, para que a ideia parintinense tenha a mesma acolhida na cidade vizinha da capital.

Assim, acreditamos que será formulada certamente com a AFEAM e o governo do Estado, uma ampla parceria para que o projeto das Pousadas Comunitárias dê certo também em Iranduba. Mas isso tem que ser feito agora, pois a ponte foi inaugurada e o município já enfrenta dificuldades para alojar os visitantes de finais de semana.

A Prefeitura deve discutir o assunto com as autoridades e a sociedade organizada a partir de agora, enquanto é tempo, porque depois que a “vaca for para o brejo” a coisa pode ficar muito feia, aí Inês é morta. A ideia das Pousadas Comunitárias é uma ótima solução. (Paulo Onofre)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.