Tapando o sol com a peneira para encobrir defeitos da administração

Parintins – Tapando o sol com a Peneira é uma expressão muito usada quando se quer negar a realidade dos fatos, especialmente com argumentos e dados que não refletem a realidade e compreensão dos cidadãos numa tentativa de convencer ou disfarçar a percepção das pessoas.

De fato uma mentira repetida muitas vezes se torna verdade, ainda que por pouco tempo. Em Parintins isto vem acontecendo, um governo legítimo, eleito pelo povo, alimentou o sonho de milhares de parintinenses de que tudo ia melhorar: mais emprego para os pais de família, mais médicos nos hospitais e centros de saúde, mais educação, mais segurança, mais obra, ela seria a cidade perfeita para qualquer mortal, ou melhor, para qualquer vivente.

Enganar aos outros e a si próprio nunca foi uma boa política e nem uma boa estratégia. Fechar os olhos, tapar os ouvidos para a insatisfação que brota em todas as direções e todas as classes sociais é sinal de pouca inteligência ou é desafiar e subestimar a inteligência alheia.

Inaugurar a pintura de uma praça, de um estádio; fazer um bonito carnaval, festival folclórico de Parintins, do Mocambo e do Caburi é muito bom, mas é pouco para quem prometeu resolver tudo rapidamente.

No mês de junho, a população saiu às ruas de todo o país clamando por soluções urgentes. Em Parintins não foi diferente, reivindicavam operação tapa buraco, menos lixos tomando conta das ruas, médicos em todos os hospitais e Centros de Saúde na cidade e no interior, vacinas, medicamentos, jornadas de cirurgias, escolas, creches e educação de qualidade. Esse foi o sonho depositado nas urnas.

A verdade, no entanto, tem sido escamoteada pelas informações fantasiosas da propaganda oficial do prefeito, os fatos, os acontecimentos e a prática são diferentes dos discursos e não condizem com a realidade que passa pelos olhos e pela vida das pessoas no seu dia a dia.

O povo não quer mais discurso bonito, eloquente, quer solução urgente para os problemas que estão se acumulando. O discurso tem que condizer com a realidade, se estiver descrevendo apenas ficção vai se transformar num prefeito do faz de conta.

Volto afirmar, inaugurar pintura e fazer festas bonitas é bom, mas não resolver os problemas que são prioridades para a população e a cidade, é como diz o ditado popular: estar “Tapando o Sol com a Peneira”.

(Amazonianarede – Messias Cursino)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.