Susam lança campanha pela doação de órgãos

O objetivo da campanha é fazer as pessoas refletirem sobre o tema
O objetivo da campanha é fazer as pessoas refletirem sobre o tema
O objetivo da campanha é fazer as pessoas refletirem sobre o tema

MANAUS – A Secretaria de Estado da Saúde (Susam) lançou nesta segunda-feira (6), a campanha “Todos Juntos na Doação de Órgãos e Tecidos”. A ação, executada pela Central de Transplantes do Estado, em parceira com a Faculdade Maurício de Nassau, levará a quatro shoppings da cidade um totem digital, no qual as pessoas serão estimuladas a se declararem como amigas do transplante e apoiadoras da campanha de Doador Solidário. A campanha integra as atividades alusivas ao Dia Mundial da Saúde, comemorado nesta terça-feira (7), e se estenderá por todo o mês de abril.

“Anualmente, realizamos uma série de atividades de sensibilização sobre este tema e a campanha deste mês abre a programação de 2015. É necessário estar sempre esclarecendo e reforçando junto à população, que a solidariedade é um componente essencial para a manutenção e ampliação dos programas de transplante em todo o País”, explicou o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim.

Para marcar o início da campanha, equipes da Central de Transplantes do Amazonas reuniram-se na tarde desta segunda-feira no estacionamento da Maternidade Ana Braga e realizaram uma caminhada até o Shopping Uai, que fica nas proximidades, e onde está sendo a primeira parada do totem que colherá as manifestações de apoio à ação. Neste centro de compras, o totem ficará até o dia 11 de abril. A próxima parada será no Millennium Shopping, entre os dias 12 e 15. A ação passará, depois, pelo Manauara Shopping, de 16 a 23, e se encerrará no Shopping Cidade Leste, onde ficará de 24 a 30 deste mês.

“Queremos angariar o maior número de apoios possível, na certeza de que, naquela abordagem que estaremos fazendo, dando as informações e pedindo o apoio para a campanha, estaremos ampliando o número de pessoas multiplicadoras da mensagem sobre a importância desta causa”, afirma a coordenadora estadual de Transplantes, da Susam, médica Leny Passos.

A coordenadora explica que, do ponto de vista legal, somente a família pode autorizar a doação de órgãos em caso de doador falecido. Mesmo que haja, por exemplo, um documento em que a pessoa tenha deixado expressa sua vontade de ser  doador, é da família a palavra final. “O objetivo da campanha é fazer as pessoas refletirem sobre o tema. É importante que elas expressem para seus familiares e amigos sua opinião de ser doador. Conhecer a vontade do ente querido ajuda a família nesta decisão, que precisa ser tomada num momento de perda e dor”, frisa Leny.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.