SimplesCidade estreia em Manaus com escritores de graffiti

(Foto: Divulgação)

Os escritores de graffiti revelam em seus traços, linhas, cores, desenhos e formas a cidade conforme ela os impacta, quais são suas impressões sobre o urbano e como se desenvolve a comunicação entre a arte e a paisagem.

Seguindo essa lógica cultural, dia 30 de novembro, às 19h, acontece a vernissage da exposição SimplesCidade, apresentada pelo SESC-AM, em sua galeria e hall na rua Henrique Martins, 427, Centro. A mostra segue até o dia 20 de dezembro.

A exposição reunirá telas e graffitis de Shock Maravilha, Nick e Truff, que são do grupo Todo Kanto Crew, fundado em 2002, que ainda conta com os escritores Nem, Feik, Anjo e Roko. Atualmente, o grupo é um dos mais ativos do País na criação de projetos e murais, exposições e socialização da arte de rua (street art), sendo que seus integrantes têm diversos trabalhos espalhados não só pelo Brasil, mas também em países como Estados Unidos, Itália, França, Turquia, Chile, Argentina, Bélgica, África do Sul e Polônia. Artistas do grupo já grafitaram para marcas como Skol, Adidas, Vans Skateboard, SESC, Peugeot, Suvinil, Antártica, Suvinil, entre outras.

A proposta da exposição é de ocupação física do SESC-AM, na visão de cada artista, tudo produzido durante a estada dos mesmos na cidade, para existir justamente a composição produto-ambiente.

OS ESCRITORES

SHOCK – Jovem artista urbano, se tornou um dos principais nomes do graffiti latino-americano por sua versatilidade. Muros e suportes o inspiraram sempre a buscar mais, e o poético também. No seu mundo lúdico, de cores e sombras tudo é possível. São linhas, geometria, orgânico, tudo se mistura na obra deste irônico e inspirado artista. Mora em São Paulo

TRUFF – Desde 1998 é escritor de graffiti, formado em artes plástica, tendo grande representação no cenário de São Paulo e, especialmente, São Bernardo do Campo, onde é pioneiro e atua com oficinas socioculturais. Junto com os grupos Todo Kanto e Terceiro Mundo tem realizado diversos trabalhos para empresas com grande representação no mercado, como o Bradesco, Skol, Antártica, SESC, entre outras. Teve ainda alguns de seus trabalhos publicados nos livros “Graffiti na Cidade de São Paulo e suas Vertentes”, “Cidade Ilustrada”, na revista Inglesa Grafhotism (referência mundial do gênero), dentre outros materiais de circulação mais restrita. Atualmente, ele usa símbolos e objetos do dia a dia, como pipas, balões, pássaros, bolas e a ingenuidade em sua natureza.

NICK – Artista em processo de construção, se encontra no momento livre de definições artísticas, ficando livre para criar. A definição quem encontrará será o público, ao assistir seu trabalho.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.