Seminário com mestre do Jiu-Jitsu é realizado em Manaus

Manaus – Aconteceu na tarde deste sábado (8), o Seminário com o mestre de Jiu-Jtsu Cícero Costha que veio de São Paulo para ensinar novas técnicas para os praticantes do esporte na capital amazonense.

O evento aconteceu no ginásio Renée Monteiro, localizado na avenida Constantino Nery, bairro Chapada, Zona Centro-Sul de Manaus, com a participação de aproximadamente 80 atletas de várias academias da cidade.

O encontro foi uma espécie de aula prática de técnicas para lutas competitivas. De acordo com o convidado do evento, mestre Cícero Costha, foi um momento de compartilhar experiências vividas ao longo dos 16 anos de carreira como atleta.

“Vou demonstrar um pouco do que aprendi no cotidiano nos diversos lugares que fui e repassarei os mesmos ensinamentos que ministro para os meus alunos em Ipiranga-SP”, relatou Cícero.

Um tatame foi montado no meio do ginásio para a aula. Antes de começar as atividades, foi realizada uma oração com um pastor que também é atleta de uma das academias presentes. Para fazer o evento, foi necessário o apoio de alguns parceiros, como o Projeto Nandinho, que é o organizador do encontro, a Polícia Civil do Amazonas, a academia Ronnie Melo, F.C. Representação, Centro do Alumínio, Simpol e Kimonos Stock.

De acordo com o coordenador do Projeto Nandinho e membro do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (FERA) da Polícia Civil, Melquisedeque Galvão, a contribuição de Cícero Costha é muito importante. “Ele está no centro do esporte e a presença dele vem nos trazer novas técnicas utilizadas por grandes atletas do Jiu-Jitsu”, disse.

Ao término dos ensinamentos feitos pelo professor Cícero Costha houve a entrega de certificados e sorteio de kimonos.

O seminário é oficial com técnicas novas, ele está no centro do esporte, em são Paulo, e ele veio para nos ensinar. Outras academias participam do evento.

Vou passar um pouco do que aprendi no dia a dia ao longo da minha carreira no Jiu-Jitsu, por onde eu já treinei, por onde já passei, o que passo para os meus alunos. Eu sou de SP, tenho uma equipe, tenho um projeto social com muitos adolescentes. Tem também alguns mensalistas, campeões mundiais e brasileiro que viajam por todo o mundo. Eu tenho 16 anos de treino. Comecei com 21 e hoje estou com 36 anos. Eu já havia vindo aqui no ano passado e achei ótimo a iniciativa do projeto com bastante criança e adolescente porque são o futuro do esporte. Vou ensinar a parte técnica e luta no tatame montado no meio do local.

Fonte: Ascom

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.