SEC explica a questão da energia elétrica na Cidade do Samba

Amazonianarede – Sec

Manaus – Os barracões das Escolas de Samba, localizados na “Cidade do Samba”, próximo ao Sambódromo, estão sem corrente elétrica, em função de várias irregularidades no sistema e o funcionamento só será normalizado quando o sistema for regularizado, sem oferecer risco de vida.

Ontem, a Secretaria de Cultura, expediu comunicado, informando oficialmente o ocorrido, a fim de que a sociedade saiba de fato o que está ocorrendo e porque ocorreu.

COMUNICADO

A Secretaria de Estado da Cultura esclarece que, há dez anos, paga, rigorosamente em dia, todas as contas de energia elétrica e água dos galpões das Escolas de Samba do Grupo Especial de Manaus, situados ao lado do Sambódromo.

Hoje (05/02) de manhã, a equipe de engenheiros da Secretaria acompanhou a inspeção realizada pela Amazonas Energia nos barracões das respectivas Escolas, atestando que os quadros de entrada e disjuntores estão danificados, que todas as caixas de energia estão expostas – com ligações irregulares no sistema, que as conexões de cabos também estão abertas e próximas de materiais como madeira seca, papéis e outros de fácil combustão, tornando a situação de alto risco para segurança.

Diante disso, a Amazonas Energia optou pelo total desligamento no local até a regularização do mesmo, que deve ser feita pelas próprias agremiações.

Secretaria de Estado da Cultura 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.