Rio Preto poderá ter fabrica de coquetel afrodisíaco

Manaus – O município de Rio Preto da Eva, na Região Metropolitana e ligada a capital pela AM-010, poderá ganhar num futuro próximo a sua primeira indústria de ponta e o fato vem animando as autoridades políticas e a população do município.

Item tradicional da medicina amazônica, a catuaba é famosa por ter possíveis propriedades afrodisíacas, antioxidantes e vasodilatadoras. A planta é consumida em chá e será matéria-prima na fabricação de um coquetel industrial de catuaba.

O projeto de instalação da fábrica, que será no interior do Amazonas, está sob avaliação do Conselho Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam).

Rio Preto

A fábrica de coquetel de catuaba ficará na cidade de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus). Uma nova resolução do Codam autorizou a produção de bebidas alcoólicas somente nas cidades do interior do Estado. A resolução não contempla os projetos aprovados no âmbito do Conselho de Administração da Suframa (CAS).

Com projeção de investir R$ 2,7 milhões e gerar 40 empregos, ao longo de três anos, o projeto de instalação da fábrica é da empresa Bellvin Indústria e Comércio de Vinhos.

Decisão na quarta

A decisão sobre a instalação da fábrica será divulgada nesta quarta-feira (24), quando os conselheiros do Codam estarão reunidos para avaliar, também, outros 41 projetos industriais com recursos estimados em R$ 1,1 bilhão e abertura de 1.996 vagas de emprego, nos próximos três anos. O encontro acontece na quarta-feira (24), às 15h, no auditório da Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam), localizado na Avenida Joaquim Nabuco, nº. 1.919, no Centro de Manaus.

Os projetos para avaliados do Codam incluem propostas para a fabricação de tablets, telefone celular e motocicletas. A pauta também relaciona projetos para a fabricação de bicicletas, telhas metálicas, alimentos a base de cereais, condicionadores de ar e travesseiros. Dos 42 projetos, 16 são de bens intermediários (componentes) e 23 são de bens finais.

Investimentos

Em termos de investimentos o maior projeto da pauta da 244ª reunião do Codam é o da Digibrás, para produção de telefone celular. A empresa se propõe a investir mais de R$ 500 milhões e a contratar 144 trabalhadores. A Positivo também pretende fabricar telefone celular com recursos de R$ 67 milhões, com a força de trabalho de 179 pessoas.

A Unicoba apresentou proposta de fabricar tablets com investimentos de R$ 31 milhões abrindo 120 vagas no mercado.

Até o momento, considerando as projeções da 244ª reunião, o Codam acumula investimentos de R$ 1.351.629.566 bilhão e cerca de 3.600 empregos.

A última reunião do Codam aconteceu em fevereiro deste ano e resultou na aprovação de 22 projetos, com destaques para as propostas da Unicoba para a fabricação de lâmpadas LED (Doiodo Emisso de Luz, na sigla em inglês), a partir de investimentos de R$ 88 milhões e da Philco para a produção de condicionadores de ar com recursos de R$ 32 milhões.

Fonte: Seplan

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.