Radialista empresário e escritor Joaquim Marinho coloca  à venda todo seu arquivo pessoal de cultura, para custear tratamento de saúde

Radialista e escritor Joaquim Marinho coloca  à venda todo seu arquivo pessoal de cultura, para custear tratamento de saúde

Manaus, AM – Dentre outros ícones da comunicação no Amazonas, a história do Rádio no Estado se confunde com a da vida de Joaquim Marinho.

Empresário, intelectual apaixonado por livros, rádio, cinema e música – enfim, Cultura – por muitos anos, o escritor e radialista também colecionou miniaturas de carros.

O empresário, criou uma rede cinemas que chamou a atenção da sociedade de Manaus, porque tinha em suas fachadas os nomes mais destacados da Sétima Arte mundial. Há pouco mais de um ano, a família de Marinho criou a Casa da Cultura com o nome dele.

O ambiente recebe shows, saraus e eventos musicais, e também é aberto a visitas, como detalha a filha de Joaquim, a promoter Patrícia Marinho.

“É um espaço realmente multifuncional, relacionado com cultura, cinema, artes em geral”, duz. “Então, aqui, nós temos espetáculos de música – pode ser do reggae ao rock – já fizemos músicas alternativas, com DJs, shows de dança, lançamentos de livros, então é um espaço que atende às artes no geral!”  .”

E foi durante os eventos na Casa Cultural que surgiu a ideia da venda dos itens. “Vamos botar isso porá circular, vamos fazer com que as pessoas tenham acesso e possam levar pra casa. E foi incrível! A procura foi muito legal!”

Diversas  coleções

Patrícia detalha o que está a disposição no espaço cultural e também as formas de negociação. “Mais ou menos 12 mil  LPs, 25 mil livros, 10 mil CDs, miniaturas, arte erótica – famosa coleção de arte erótica, com telas, estatuetas, cartões, caixas de fósforo – tudo. A grande visita dele ao programa do Jô Soares levando essa coleção de arte erótica.“

Quem adquirir, além de levar uma relíquia para casa e dar continuidade aos cuidados de peças praticamente impossíveis de se encontrar, ainda está ajudando no tratamento do Radialista que há 5 anos foi diagnosticado com o mal de Alzheimer.

“A despesa não é pouca. A gente tem  um custo alto de cuidadores, de medicação, de equipamentos, então, é realmente para nos ajudar.”

Amazonianarede-RT

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.