Preso gerente de banco investigado por desviar mais de R$ 650 mil de cliente

 

 

gerente, Jonathan Carlos Munhoz Saraiva,estapreso
Gerente, Jonathan Carlos Munhoz Saraiva,esta preso

Manaus, AM – A Polícia Civil do Amazonas, por meio do delegado titular do 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Aldeney Góes, apresentou na tarde desta segunda-feira, dia 9, durante coletiva de imprensa realizada às 14h30 no prédio da Delegacia Geral, zona Centro-Oeste, Jonathan Carlos Munhoz Saraiva, 29, preso pela equipe da unidade policial na última sexta-feira, dia 6, por volta das 11h, na Rua Ferreira Pena, Centro da cidade, zona Sul.

De acordo com Góes, o fato ocorreu em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido no dia 14 de março deste ano, pelo juiz da 1ª Vara Criminal, Luís Márcio Nascimento Albuquerque.

A autoridade policial explicou que chegou até Jonathan após minuciosa investigação, iniciada em janeiro deste ano, depois que representantes de uma agência bancária onde o infrator trabalhava terem constatado a realização de movimentações financeiras ilegais.

“Jonathan trabalhava em um posto de um banco localizado dentro de uma empresa. Ele ocupava as funções de gerente e caixa, tendo acesso a todos os dados de clientes. O infrator criou uma conta em nome de uma dessas pessoas. Efetuou sete transferências em torno de R$ 15 mil e ainda fez três empréstimos em torno de R$ 100 mil. Sempre tinha a solicitação concretizada, uma vez que o cliente era possuidor de grandes valores na instituição financeira”, explicou Aldeney Góes.

Conforme o titular do 24º DIP, Jonathan agia tranquilamente, pois acreditava que a vítima havia morrido. Todavia, essa pessoa procurou a empresa e informou sobre a movimentação ilegal na conta que mantinha. Na ocasião, argumentou que não autorizou as transações, levando, então, representantes do banco realizarem uma auditoria interna para levantar como ocorreu o crime e concluíram que a fraude causou prejuízo em torno de R$ 654 mil ao cliente em questão.

“O infrator era proprietário de um apartamento e uma casa localizados no Centro da cidade, avaliados em aproximadamente R$ 500 mil. Quando foi preso ele estava na posse de um veículo modelo Cobalt, que foi apreendido”, enfatizou o titular do 24º DIP.

Jonathan foi indiciado por furto qualificado. Após os procedimentos legais ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Amazonianarede-SSP

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.