Praia da Ponta Negra poderá ser reaberta ao público em 90 dias

Praia da Ponta Negra

Amazonianarede – Semcom

Manaus – O prefeito Arthur Virgílio Neto anunciou, na manhã desta segunda-feira, 07, medidas de segurança que serão tomadas após a reabertura da praia perene da Ponta Negra, na Zona Oeste, para evitar a ocorrência de acidentes fatais.

O anúncio foi feito durante visita, junto com o vice-prefeito e secretário Municipal de Infraestrutura e Habitação, Hissa Abraão, às obras da segunda etapa do complexo de lazer.

Segundo o prefeito, haverá a criação de um corpo permanente de salva-vidas formado pelo Corpo de Bombeiros do Amazonas, proibição da venda de bebidas alcoólicas na praia, fechamento durante a noite e parceria com o Governo do Estado para intensificar as blitze de trânsito com teste do bafômetro naquela área. “É uma série de medidas que, a meu ver, vão nos permitir trabalhar durante o período de construção da segunda etapa, para que não haja nenhuma improvisação. Nós não queremos, de jeito algum, que uma obra de lazer, vire essa coisa angustiante de todo dia ter morte”, afirmou o prefeito.

Arthur Virgílio disse ainda que a reabertura da praia aos banhistas deverá ser possível num prazo de três meses, desde que a administração municipal se certifique de que o local não oferece riscos à população. “Nós queremos proporcionar lazer com segurança. Vamos lutar para reabrir no primeiro trimestre, se der. Mas ela vai ficar interditada enquanto nós não tivermos absoluta convicção de que há segurança para os banhistas”, ressaltou.

O vice-prefeito e secretário Municipal de Infraestrutura e Habitação, Hissa Abraão, também informou que será realizada uma reunião, no Ministério Público do Estado (MPE), entre órgãos da Prefeitura de Manaus e a empresa responsável pela obra para assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). “Nesse documento, nós vamos definir as responsabilidades de cada órgão; o que Implurb, Seminf, empresa e Corpo de Bombeiros terão que fazer. Assim que essa reunião acontecer, nós estabeleceremos as metas, a programação, e a partir de então, daremos uma data para a reabertura da praia”, explicou.

O proprietário da empresa Mosaico Engenharia, Jorge Sotto Mayor, garantiu que a primeira etapa do complexo de lazer, entregue em junho do ano passado, incluindo a praia perene, não teve nenhum erro de engenharia. “Ela está dentro dos padrões que regulam a boa engenharia brasileira, em total credibilidade contra deslizamento e cisareamento, ou seja, a obra não tem problema de engenharia, nós garantimos isso”, ressaltou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.