Policiais da DIP apreendem 7 kg de oxi em Itacoatiara

Chega a Itacoatiara, pela AM-010

 

Chega a Itacoatiara, pela AM-010
Chega a Itacoatiara, pela AM-010, onde a droga seria comercializada

Itacoatiara, AM – A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Interativa de Itacoatiara (DIP), sob a coordenação do delegado titular da unidade policial, Lázaro Mendes Neto, realizou na tarde de quinta-feira, dia 2, operação de combate ao tráfico de drogas e crime organizado, que resultou na apreensão de aproximadamente sete quilos de substâncias entorpecentes com características de oxi.

De acordo com a autoridade policial, a ação foi deflagrada com o objetivo de cumprir mandado de busca e apreensão, expedido pela juíza Áurea Lina Gomes Araújo, da Segunda Vara Cível e Criminal de Itacoatiara.

“Ao chegarmos no imóvel para cumprimento de mandado, na Rua Aquilino Barros, bairro Iracy, encontramos cem gramas de oxi e  R$ 210 em espécie. Na casa estavam Adriana dos Anjos Vinhote, 29, e Fabíola da Silva Sá, 28, que já tinham passagem pela polícia por tráfico de drogas. Em depoimento, elas argumentaram que a droga encontrada pertencia ao marido de Adriana, Fábio da Silva Sá, conhecido como “Toupeira”, que não estava no local. A dupla foi indiciada por associação ao tráfico de drogas e liberada após os procedimentos cabíveis”, explicou Lázaro Mendes.

O delegado ressaltou que durante as buscas na residência foi encontrado um celular em posse de Adriana. O aparelho telefônico tinha imagens e informações sobre a comercialização de drogas no lugar. Por meio de um trabalho de inteligência os policiais civis conseguiram identificar o local onde eram armazenados os entorpecentes.

“A residência, localizada na Rua Antônio Serudo Martins, bairro Iracy, pertencente ao detento conhecido como “Chuck Norris”, atualmente preso junto com a companheira dele. Na casa foram apreendidos, aproximadamente, sete quilos de oxi em forma bruta, acondicionados em material adesivo. Também foi achada no imóvel uma balança de precisão. No momento das buscas não encontramos moradores no local”, esclareceu o delegado.

Lázaro Mendes disse que a mercadoria ilícita apreendida está avaliada em R$ 40 mil e pertence a uma organização criminosa que atua em Itacoatiara. “Destacamos que as ações contra o tráfico e organizações criminosas vão continuar. Durante este ano, somente em Itacoatiara, apreendemos mais de cem quilos de entorpecentes”, concluiu.

Amazonianarede-DGP

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.