Policiais Civis desarticulam venda de gasolina ilegal na Colônia Antônio Aleixo

Amazonianarede – Assessoria

Manaus – Policiais Civis do 28º Distrito Integrado de Polícia (DIP), com o apoio dos policiais do 2º e do 8º DIPs, além da Força Especial de Repressão e Assalto (FERA), desativaram na manhã de hoje (12), um ponto de venda de gasolina, que funcionava de forma clandestina, no bairro Colônia Antônio Aleixo.

A ação foi em cumprimento de mandado de busca e apreensão, expedido pelo juiz da 8º vara criminal Carlos Zamith de Oliveira Júnior. A venda de combustível irregular era realizada na rua Getúlio Vargas, na residência do cabo da PM Nilson da Costa Moraes, 41. Ele e a mulher Raimunda Nonata Martins Moraes, 38, vendiam o combustível há dez anos.

No local foram encontrados aproximadamente 1 mil litros de gasolina, condicionados dentro de barris e garrafas pet. Além do combustível foram apreendidos, uma viatura da PM que, supostamente, o cabo utilizava para comprar o combustível e R$ 200, dinheiro esse, que seria da venda do produto.

Raimunda Nonata disse que sabia que a venda da gasolina em sua residência é crime, mas que vendia porque estava desempregada, que não conseguia emprego porque sofre preconceito por morar no bairro, que é distante da área central da cidade, por seus pais terem Hanseníase e pelo fato de não ter posto de gasolina no bairro. Este último fator, de acordo com ela, contribuía para a comercialização do produto.

De acordo com a Delegada Titular do 28º DIP, Débora Mafra, o local estava sendo investigado há seis meses. “Estávamos investigando com muita cautela, porque queríamos saber o que, de fato, era vendido naquele local. Até que foi constatado pela equipe de investigação que se tratava de venda ilegal de combustível. Com isso, solicitei um mandado de busca e apreensão, para entrarmos no local amparados pela lei”, explica.

A Delegada destaca que a próxima etapa é saber a origem desse combustível e se há outras pessoas envolvidas no esquema. O casal será indiciado pelo Crime contra Ordem Econômica, Venda Ilegal de Combustível da lei 8176/91, com pena de um a dez anos de prisão.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.