Polícia procura três pessoas por envolvimento em homicídio na zona Norte

Os procurados, Bento Rocha Neto ...
Os procurados, Bento Rocha Neto ...
Os procurados, Bento Rocha Neto …

Manaus, AM – A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), divulgou nesta terça-feira, dia 8, nomes e fotos de três pessoas suspeitas de participação no homicídio do protético dentário Ildo Lopes da Silva, 53, ocorrido na madrugada do dia 14 de agosto deste ano, na zona Norte de Manaus.

Bento da Rocha Neto e o casal Raissam de Souza Miranda e Denise Araújo Cândido são considerados suspeitos do assassinato de Ildo, que foi encontrado morto por volta das 7h, na Rua Santa Rosa, no bairro Braga Mendes.

De acordo com o delegado titular da DEHS, Ivo Martins, o delito em questão foi praticado com requintes de crueldade, já que a vítima foi encontrada amarrada e com escoriações pelo corpo.

“Com base nas investigações conseguimos localizar duas adolescentes que confessaram estar com a vítima na noite que antecedeu o crime, induzindo-a a consumir bebidas alcoólicas e convidando mais pessoas para a prática do assassinato”, declarou Martins.

Ainda de acordo com a autoridade policial, sete pessoas estão envolvidas no crime. Quatro adolescentes confirmaram participação na morte do protético e revelaram contar com o auxílio de três adultos na prática do ato.

...Denise Araújo Cândidido, e ...
…Denise Araújo Cândidido, e …

“Os jovens confessaram ter torturado a vítima até a morte, porém revelaram nomes e endereços de mais três suspeitos, maiores de idade, que tiveram mandados de prisão expedidos pela juíza Luciana da Eira Nasser, do Plantão Criminal”, enfatizou o titular da DEHS.

Qualquer informação a respeito dos suspeitos, favor entrar em contato com os servidores da DEHS, por meio dos telefones (92) 3636-2874 ou 99273-6161 e também pelo Disque-Denúncia (181) da Secretária de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM).

...Raissam de Souza Miranda
…Raissam de Souza Miranda

Já os adolescentes, após prestarem esclarecimentos na unidade policial, foram liberados. O inquérito de investigação será encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde os infratores serão submetidos a medidas socioeducativas.

Amazonianaarede-DGP

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.