Polícia identificou acusado de latrocínio na boate Le Napoleon através de tênis

 

Rio Branco – Uma operação policial realizada na tarde de terça-feira, 2, na Travessa Marinho Monte, bairro João Eduardo II, resultou na prisão de 7 pessoas, entre elas três suspeitos de envolvimento no latrocínio (roubo seguido de morte) do empresário Ali Baydourn, sócio proprietário da boate Le Napoleon. O assassinato ocorreu na madrugada de domingo, 30, quando 4 homens armados invadiram a boate, renderam 10 pessoas e mataram a tiros o empresário. Um dos acusados foi reconhecido pelo delegado Alcino Júnior, coordenador da Divisão de Investigação Criminal (DIC), através de um par de tênis que estaria dentro de uma geladeira usada como armário.
De acordo com o delegado, ao avistar o par de tênis, ele imediatamente associou as imagens do circuito de vídeo segurança da casa noturna, que registrou toda a ação dos criminosos. Um dos criminosos estaria calçado com um tênis parecido.

Ao perguntar quem seria o dono do par de tênis, os homens (que já estavam presos) não se manifestaram, mas a autoridade policial notou que o tênis era de uma numeração grande, pouco comum ao porte físico dos suspeitos.

Em seguida, em outra casa no mesmo quintal, policiais militares prenderam mais um suspeito. Quando ele era conduzido, a viatura pediu para calçar o tênis. A incógnita foi desvendada.

Comparando as imagens do circuito de segurança ao tênis, a polícia comprovou ser o mesmo calçado usado pelo criminoso, que também foi reconhecido nas imagens e por vítimas do assalto.

Apesar de não ser um elemento técnico comprobatório, o tênis ajudou a polícia a identificar Denys dos Santos Felix, 21 anos, que possui passagem pelo presídio por crimes de roubo, tráfico de drogas e receptação. Segundo investigação, ele foi o autor dos disparos que matou Baydourn.

(Por:A Gazeta do AC)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.