Polícia conclui que casal preso durante ‘Operação Esplendor’ tem envolvimento com tráfico interestadual

Amazonianarede – Assessoria

Manaus – O Delegado Adjunto do 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Rodrigo de Sá Barbosa, prestou esclarecimentos na manhã desta quinta-feira (24), sobre a prisão do casal Rosenildo Martins da Silva, 39, vulgo “Nildo” e Tânia Maria Carvalho Ribeiro, 44, detido pela Polícia Civil em dezembro do ano passado durante a ‘Operação Esplendor’.

De acordo com o delegado, Rosenildo e a esposa dele, Tânia, são foragidos da Justiça do estado do Pará por suposto envolvimento com Tráfico Interestadual (Artigo 33 combinado com artigo 40 do Código Penal Brasileiro). Eles foram detidos na ‘Operação Maracanã’, deflagrada pela Polícia Federal em 2008, mas fugiram para Manaus, onde acabaram sendo capturados em 2012.

Após a prisão da dupla no ano passado, algumas vítimas o identificaram como autores de vários assaltos a residências em Manaus. O casal foi apontado pelas vítimas como sendo os dois mais violentos do bando. A ação policial teve o intuito de desarticular o tráfico de drogas na Zona Oeste.

A equipe de investigadores do 5º DIP desconfiou da documentação apresentada por Rosenildo, que na operação exibiu Registro Geral (RG) em nome de Antônio Fonseca Felisberto. Após investigação foi constatado que o documento não era de Rosenildo. Ele confessou em depoimento que conseguiu tirar uma certidão de nascimento falsa no município do Careiro.

A dupla foi encaminhada para a cadeia pública desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde permanecerá à disposição da Justiça.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.