Polícia Civil prende mãe e apreende o filho adolescente por tráfico de drogas na operação “Lírio do Vale”

19-12lirioManaus – A Polícia Civil do Amazonas, por meio de Policiais Civis lotados em delegacias da Zona Oeste da capital deflagrou nesta quinta feira (18), a operação “Lírio do Vale”, com o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão, e coibir o tráfico de drogas naquela região da capital.

A ação contou com a participação de quatro delegados, e 21 Policiais Civis, resultando na prisão em flagrante por tráfico de drogas, de Sheyla Rodrigues de Araújo, 34, e de seu filho, um adolescente de 14 anos.

De acordo com as informações da Titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e coordenadora da operação, Delegada Lucimar Amorim, os mandados foram expedidos nesse mês pelo juiz Francisco Pessoa Almada, da 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute) e todos foram cumpridos na manhã de hoje, em quatro imóveis localizados no beco da Paz, bairro Nova Esperança, na Zona Oeste de Manaus.

As investigações iniciaram há cerca de quatro meses, a partir das denúncias de moradores da área que reclamavam do intenso comércio de drogas e falta de segurança. A operação foi deflagrada por volta das 6h, e também contou com a coordenação da Titular da 4ª Seccional Oeste, Delegada Suely Costa e participação das Titulares do 8º e 20º DIP’s, Delegadas Zandra Ribeiro e Josenildes Fróes.

Uma das equipes policiais realizou abordagem na residência de Sheyla, localizada no beco da Paz, situado na rua Álvares Peres Filho, e após minuciosa revista encontrou em seu quarto, 11 porções de drogas com características de maconha, R$ 49, além de 48 porções de material ilícito com aparência de pasta base de cocaína, escondido em um matagal na frente da casa dela, indicado pelo seu filho adolescente. Também foi apreendido na residência o filho de Sheyla, o qual informou um imóvel denominado de “escritório”, localizado no mesmo beco.

Em revista ao local indicado pelo menor, foi apreendido um tablete prensado de droga com aparência de maconha e R$ 102, possivelmente oriundo da venda dos entorpecentes. “Acreditamos que a casa era alugada por Sheyla e utilizada para preparar e armazenar toda a droga que era comercializada. Ele deveria ser usado como ponto de comercialização para todo o tráfico da área”, informou a Delegada Lucimar Amorim.

Após realizados os procedimentos legais cabíveis no 9º DIP, Sheyla, que já respondia em liberdade por tráfico de drogas, foi autuada pelo mesmo crime e recolhida ao Centro de Detenção Provisório Feminino, onde permanecerá presa à disposição da Justiça. O adolescente foi encaminhado a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI), serão adotados os procedimentos legais.

Fonte: Ascom

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.