Polícia Civil estuda implantação do sistema Projud nas delegacias do interior

A digitalização está chegando ao mundo dos processos judiciais e para tratar deste assunto e alinhar a atuação integrada das delegacias do interior com os fóruns, o Delegado Geral Adjunto de Polícia Civil, Mário Aufiero, juntamente com o Diretor de Polícia do Interior (DPI), Antônio Chicre Neto, e o Diretor de Administração e Finanças (DAF), Afonso Lobo, estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira (1º) com membros da Corregedoria do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM).

O principal tema tratado durante a reunião, que contou ainda com a participação do Delegado Titular da Delegacia Interativa (DI) da Polícia Civil, Irineu Brandão Júnior e o Gerente de Informática da instituição, Jairo Rodrigues, foi a instalação do sistema de Processo Judicial Digital (Projud) nas delegacias das comarcas do Estado, como uma forma de sistematizar e agilizar os processos judiciais, por meio de uma tramitação eletrônica, via internet.

Coordenados pelo corregedor-geral do TJ-AM, Desembargador Yedo Simões, o Diretor de Informática do órgão, Moisés de Andrade, o Coordenador do Projud, Carlos André, e o Gerente de Projetos do TJ-AM, Rodrigo Choji, que também estiveram no encontro, foi proposto um trabalho cooperativo com a Polícia Civil para a implantação do Projud nas delegacias, sendo importante destacar que a primeira visita técnica a uma cidade do interior para verificar a viabilidade do projeto será na próxima segunda-feira (5).

Moisés de Andrade explica que a integração por meio do sistema não ocorre apenas com a Polícia Civil. “Atualmente o sistema está integrado com a Advocacia Geral da União, Fazenda Nacional, Defensoria e Ministério Público e agora com a Polícia Civil, que tem se mostrado bastante receptiva a essa nova ferramenta”, destaca.

O Delegado Geral Adjunto, Mário Aufiero, está bastante otimista com a iniciativa. “Nós estamos empenhados, juntamente com o Tribunal de Justiça, para fazer a implantação do Projud no interior do Estado e posteriormente trazê-lo para a capital.

Por isso que será firmado um termo de cooperação técnica, para que ambos possamos dispor de profissionais que possibilitem essa realidade da forma mais rápida possível. A Polícia Civil também está disposta a cada vez mais fazer parte do meio digital”, declarou na ocasião.

(Ascom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.