Polícia Civil divulga balanço parcial da atuação nas eleições

Manaus – A Polícia Civil do Amazonas divulgou em coletiva de imprensa, na tarde deste domingo, 28, o balanço parcial da atuação da instituição no segundo turno das eleições municipais.

Aproximadamente 80 policiais civis participaram da Operação Lei Seca, que entrou em vigor a partir das 22h na véspera do pleito. A Polícia Civil contou com a parceria dos Conselhos Tutelares de todas as zonas de Manaus e o Juizado da Infância e Juventude Civil e de Ato Infracional.

Cerca de 10 bares foram fechados, quatro pessoas foram presas em flagrante, entre eles, um homem que portava duas armas de fogo, modelo 38, com 16 projéteis. O segundo suspeito foi preso por desacato à autoridade. O terceiro por portar uma pequena quantidade de maconha e foi liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), pois se trata de um crime com baixo potencial ofensivo. O último homem preso por dirigir alcoolizado foi liberado após assinar um TCO.

A redução da criminalidade foi o resultado da aplicação da Lei Seca e do trabalho desempenhado pela Polícia Civil em todas as zonas da cidade. A média de homicídios por arma de fogo em fins de semanas comuns são de 8 casos e até as 13h do domingo, nenhum homicídio, por arma de fogo foi registrado. Assaltos à residências, a postos de gasolina e acidentes de trânsito, com vítima fatal, provocado pelo consumo de bebidas alcoólicas também não foram registrados.

Crime Eleitoral

Foram registrados dez detenções por crimes eleitorais, sendo oito homens e duas mulheres. Uma Kombi que estaria percorrendo alguns bairros com músicas da candidata Vanessa Grazziotin foi apreendida e as mulheres foram encaminhadas a Arena Amadeu Teixeira e liberadas em seguida. Outra Kombi apreendida foi levada para o Sest/Senat, os adesivos foram retirados e o veículo liberado.

Um veículo, modelo Celta, foi apreendido com material de campanha do candidato Artur Neto.

A Polícia Civil também registrou a prisão de um homem com 8 quilos de cocaína no Porto da Manaus Moderna, caso registrado no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Outro homem foi preso por estupro no 18º DIP.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.