Plácido Domingo e Ivete Sangalo se apresentarão em palco flutuante no Rio Negro

Plácido Domingo | Iveta Sangalo
Plácido Domingo | Iveta Sangalo
Plácido Domingo | Iveta Sangalo

Manaus, AM – O Rock in Rio vai realizar um show diferente. Ivete Sangalo, Plácido Domingo e a Orquestra Sinfônica Brasileira vão se apresentar em um palco flutuante no Rio Negro, em Manaus (AM), no dia 27 de agosto. O espetáculo será o ponto alto do projeto Amazônia Live, que tem como objetivo fomentar o plantio de árvores na região

O espetáculo será o ponto alto do Amazônia Live, projeto social que estará em todas as edições do festival até 2019. A campanha visa iniciar um movimento global que ajudará na restauração florestal da Amazônia e que tem como objetivo maior chamar a atenção das pessoas para a importância do consumo consciente dos recursos naturais do planeta e convocá-las a serem agentes ativos no combate às alterações climáticas através da sua própria mudança de comportamento.

Estratégica

A região da Amazônia é estratégica, pois abriga a mais importante reserva de biodiversidade do mundo, com papel fundamental na redução do impacto do aquecimento global. A ação vai restaurar áreas desmatadas nas cabeceiras e nascentes do Rio Xingu.

“Pela primeira vez estamos adotando globalmente uma mesma causa que será promovida em todos os países onde o Rock in Rio está, e não só, e se estenderá por várias edições do evento. Estamos garantindo o plantio de um milhão de árvores e, com a ajuda de marcas parceiras e dos fãs do festival, queremos chegar a cerca de 3 milhões de novas árvores na região.

Ivete Sangalo, num espetáculo éopco e emocionante no Amazonas

Com esta ação, vamos chamar a atenção do mundo inteiro para um problema urgente e mostrar que é possível plantar, sobretudo, esperança. Para se ter uma ideia da importância disso, segundo dados do ISA, uma floresta com 3 milhões de árvores transpira a cada dia cerca de 48 milhões de litros de água.

Merece atenção

Outro dado importante e que merece a nossa atenção é que a Amazônia tem 20% de toda a água doce do planeta e isso não pode se perder”, explica  Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, que desde 2001 tem como um dos seus pilares a sustentabilidade.

Serão investidos mais de R$ 28 milhões nessa iniciativa, incluindo custos de plantio, assistência técnica, monitoramento e gestão, campanhas de mídia, produção do show e gastos logísticos. “Queremos chamar a atenção para um problema que afeta o mundo todo, sem qualquer exagero. Este é o grande investimento de uma empresa privada, mesmo em um momento de crise, pensando em um retorno direto para o planeta, e não para uma causa própria. E o investimento não será apenas financeiro, mas também uma união de esforços, com o engajamento de famosos e anônimos em prol de uma causa social e ambiental”, detalha Medina

Amaniaarede-GShow

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.