Percussão Alternativa: Curumim na Lata comemora 10 anos

(Reportagem e fotos: Sandra Monteiro)

O Grupo de Percussão Curumim na Lata, do Centro de Arte e Educação, localizado no São José 3, zona Leste, comemorou na noite deste sábado (21), seus 10 anos de criação.

Sob a batuta do instrutor Carlos Valdez, o grupo, formado por meninos e meninas de escolas da Prefeitura de Manaus, se apresentou no Teatro do Sesc, na rua Henrique Martins.

O grupo foi criado na administração da professora Therezinha Ruiz que, na época, era subsecretária municipal de Educação.

“Quando fui procurada pelo professor Jorge Farache, que me apresentou o projeto, achei pouco provável fazer música usando instrumentos feitos de latas, pedaços de tambores de aço, baldes de plástico, embalagens de papelão e pedaços de madeira de paletes, materiais descartados, recolhidos do lixo. Mas resolvi apostar e o resultado está aí”, lembrou a professora, atualmente vereadora pelo DEM.

Em Março de 2009, a duquesa Camila Parker, esposa do Príncipe Charles, em visita ao Brasil e a Manaus, fez questão de conhecer o projeto.

Hoje, os meninos e meninas já alcançaram um nível quase profissional na percussão dos instrumentos.

A apresentação de sábado teve a participação especial da cantora e compositora amazonense Lucinha Cabral e de dois músicos colombianos – Alfrid e su banda – que utilizam instrumento de percussão semelhante ao que o Curumim na Lata usa.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.