Pecados capitais dão bicampeonato à Mocidade Alegre em S. Paulo

Amazonianarede – Famosidades

S. Paulo – Se em 2012 a conquista do título foi manchada pela confusão na apuração, este ano a Mocidade Alegre pode comemorar com entusiasmo o bicampeonato.

A escola conquistou o 8º título de sua história, após apuração na tarde desta terça-feira (12), no Sambódromo do Anhembi.

A disputa foi definida no critério de desempate, que era enredo. No fim, Mocidade e Rosas de Ouro terminaram com 268,9 pontos. Mas por ter recebido cinco notas 10 neste quesito, melhor para a escola da zona norte de São Paulo.

O terceiro lugar ficou com a Águia de Ouro (268,7). Dragões da Real (268,5) e Império de Casa Verde (268,5) ficaram na sequência. Elas completam o quinteto de escolas do Grupo Especial que voltam ao Anhembi na próxima sexta-feira (15) para o Desfile das Campeãs.

Mancha Verde (267,6) e Unidos de Vila Maria (267,5) tiveram as piores notas e estão rebaixadas para o Grupo de Acesso em 2014.

“Eu só orei. A vitória vem da luta, a luta vem da força e a força da união. Eu não sei o que falar”, disse Solange Bechara, presidente da Mocidade Alegre.

O desfile

No sábado (9), a Mocidade Alegre mostrou porque era uma das favoritas ao bicampeonato. Falando sobre as “tentações”, a escola da zona norte evoluiu de forma impecável no Anhembi e abusou da irreverência.

O enredo, “A sedução me fez provar, me entregar à tentação… da versão original, qual será o final?”, permitiu muitas brincadeiras, com direito a Chapeuzinho Vermelho “periguete” em uma ala. O seu desenvolvimento, por sinal, agradou ao público.

Além da Chapeuzinho Vermelho, outros clássicos foram reinventados. Havia Robin Hood que roubava os pobres e Branca de Neve malvada. Os sete anões eram sete ladrões, por exemplo.

Houve encenações também dos sete pecados capitais, castigo para os pecadores e, por fim, um pedido de muita felicidade e paz mundial.

As cores foram muito bem exploradas pelo carnavalesco Sidnei França. Em determinados momentos, com a avenida toda tomada pela escola, cada ala vinha em uma cor diferente, um contraste bem elaborado e que surtiu o efeito desejado.

A Bateria do Mestre Sombra ousou com uma paradona de cerca de 20 segundos por duas vezes, da metade para o fim da apresentação. Neste momento, o público delirou e cantou a letra do samba com força.

Ponto forte da Mocidade Alegre nos últimos anos, a Porta-Bandeira Adriana Gomes desfalcou a escola da zona norte. No ano passado, a passista sofreu acidente em um elevador que despencou e rompeu os ligamentos do joelho.

Foi bem substituída por Karina, ex-X 9 Paulistana por 15 anos e que formou o casal com o tarimbado mestre-sala Emerson.

Segurança

Após o traumático fim da apuração do Carnaval 2012, quando supostos integrantes de escolas invadiram o palco e rasgaram as notas, a segurança foi totalmente reforçada para a apuração deste ano. Cada escola pôde levar apenas 10 convidados para acompanhar a apuração dentro do Sambódromo. Torcedores foram proibidos de entrar e havia um forte esquema de segurança, incluindo revista em todas as pessoas presentes. 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.