Novo horário da faixa liberada na Ponta Negra agradou

Amazonianarede – AMN

Manaus – Na estreia do novo formato do projeto Faixa Liberada, que agora começa às 7h e termina às 16h, na Ponta Negra, o saldo foi positivo: população aprovou, o tráfego de veículos não foi atrapalhado e já tem comerciante comemorando faturamento com o projeto.

Há três anos uma via da Ponta Negra é “invadida” por uma legião de adeptos do esporte, que utilizam a área para caminhar, correr, pedalar e andar de skate todas as manhãs de domingo. Tudo isso graças ao projeto “Faixa Liberada”, da Secretaria Municipal de Desporto, Lazer e Juventude (Semdej). Como não poderia deixar de ser, hoje a via que fica liberada para a prática de atividades na zona Oeste também abrigou centenas de pessoas. Mas, uma novidade em especial chamou atenção: o projeto se estendeu até às 16h, atraindo ainda mais esportistas.

O motorista José Costa do Nascimento, acostumado a ir todos os domingos pela manhã à Ponta Negra, achou bem melhor aproveitar a via no período da tarde. Para ele, o horário é mais atrativo, já que nos finais de semana o senhor de 50 anos prefere dormir algumas horas a mais. “Geralmente eu ficava com preguiça de vir cedo, pois sábado e domingo são os dias em que posso descansar, ou resolver alguma pendência familiar. Por isso, achei bem melhor este horário da tarde e vou continuar vindo. Prefiro me deslocar até aqui, a correr lá onde eu moro (Petrópolis, Zona Sul)”, disse José Costa do Nascimento, que corre há três anos.

Outro que desfrutou dos 35 graus que marcavam no termômetro às 15h30, foi o engenheiro César Miranda, que pedala há 20 anos e desde que o “Faixa Liberada” foi lançado tem a Ponta Negra como “parada obrigatória”. “Sempre venho aqui e vou passar a vir à tarde, pois é um horário mais tranquilo e assim posso aproveitar mais. Por mim, este período deve ficar em definitivo”, afirmou.

Segundo o titular da Semdej, Fabrício Lima, o novo horário do “Faixa Liberada” é resultado dos constantes pedidos da população, que sentiam falta de um horário alternativo para a prática esportiva com segurança.

“Nas grandes capitais, como no Rio de Janeiro e em São Paulo, as vias ficam liberadas para a pessoa caminhar, brincar, correr… e porque que não podemos fazer isso aqui? Pensando nisto e principalmente querendo aumentar a qualidade de vida da população, estamos implantando este novo formato do Faixa Liberada, que antes iniciava às 7h e terminava às 11h. Agora, não tem desculpa: Quem não tem tempo para vir pela manhã, vem à tarde. Estou torcendo para que a sociedade corresponda a essa experiência”, ressaltou Lima.

Hoje, o projeto recebeu cerca de mil pessoas e o saldo foi positivo: mesmo com horário diferenciado, não houve problemas no tráfego de veículos naquela área. Para o ambulante John Kelvity, o Faixa Liberada com horário estendido é sinônimo de comemoração. De acordo com ele, seu faturamento com o projeto aos domingos aumenta 50% e terminando às 16h à expectativa é de um lucro bem maior.

“Estou três anos aqui e com o Faixa Liberada o meu lucro é certo, pois fazendo atividades físicas as pessoas consomem mais água, suco e refrigerantes. Para mim, quanto mais ele durar, melhor”, diz, sorrindo, Kelvity.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.