Novas medidas de segurança inibem desordem na Ponta Negra

A Prefeitura de Manaus, em parceria com o Governo do Estado, reforçaram as medidas de segurança na praia da Ponta Negra, zona Oeste, durante o último fim de semana. Neste domingo, 28, já foi possível observar um ambiente mais ordeiro e tranquilo. Até um jacaré, de pequeno porte, resolveu aparecer no local, chamando a atenção dos banhistas e mobilizando as equipes de segurança.

Agora, o banhista que se dirigir à praia da Ponta Negra precisará antes passar por um dos quatro pontos de revista instalados no complexo de esporte e lazer. Além disso, o efetivo de policiais também foi reforçado: a Guarda Municipal conta com 50 homens e a Polícia Militar com outros 60.

“Também contamos com a parceria da Polícia Civil e Conselho Tutelar que estão verificando a presença de menores desacompanhados dos pais ou responsáveis e, principalmente, o consumo de bebidas alcoólicas por esses adolescentes”, informou o secretário municipal do Gabinete Militar, coronel Fernando Farias.

De acordo com o representante do Instituto Municipal de Ordem e Planejamento Urbano (Implurb), Mafran Evangelista, que coordena a Comissão Gestora da Ponta Negra, dois pontos de triagem foram instalados no Anfiteatro da Ponta Negra: um na rampa de acesso à praia, que fica embaixo da passarela, e outro na escadaria próximo ao Tropical Hotel.

“Não é mais permitido que se entre na praia com objetos cortantes e nem garrafas de vidro. Aproveitamos ainda para evitar o acesso dos vendedores ambulantes nas proximidades da areia”, explicou Mafran, que considerou positivo o resultado da operação.

Até o início da tarde de domingo nenhuma ocorrência foi registrada nas dependências da praia. No sábado, 27, foram apreendidas duas armas brancas (facas de cozinha) e quatro crianças que estavam sozinhas foram resgatadas pelo Conselho Tutelar e encaminhadas para suas residências.

Para a dona de casa Maria Alice da Silva, 52, a praia está mais organizada e segura para as famílias. “Vim com os meus filhos e não vi nenhuma ação de bandidos como aconteceu na abertura. Acredito que a revista vai evitar que pessoas mal intencionadas venham para praia”, comentou.

Transporte reforçado

A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) reforçou em 30% a frota de transporte coletivo com destino à Praia da Ponta Negra, neste domingo. Além disso, a Faixa Liberada para a prática de atividades esportivas teve seu horário reduzido para as 15h para garantir maior fluidez ao trânsito a partir deste horário, quando a demanda por prática esportiva reduz e começa o movimento de saída dos banhistas.

“Juntamente com o Manaustrans vamos separa o processo de embarque e desembarque dos passageiros para dar mais agilidade aos ônibus e ainda mais conforto aos usuários, evitando aglomerações e empurra-empurra”, destacou o coronel Fernando Farias.

O desembarque de passageiros está acontecendo no final da avenida Coronel Teixeira, próximo à rotatória. Para o embarque, os usurários são orientados a ir às duas áreas de sinalização no início do calçadão, no trecho Praia/Centro.

Jacaré aparece nas proximidades da praia

Por volta das 9h da manhã deste domingo, um jacaré de pequeno porte foi visto nas proximidades da praia da Ponta Negra. Segundo os salva-vidas do Corpo de Bombeiro, o animal apareceu várias vezes na área de balneabilidade que fica por trás do Anfiteatro.

Como medida preventiva, o local foi isolado e os banhistas orientados a se banharem somente no lado direito da praia, a partir da barraca do Corpo de Bombeiros.

Agentes do Batalhão Ambiental e Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam) estiveram no local onde o jacaré foi visto e tranquilizaram os banhistas quanto a um possível ataque.

“O jacaré não costuma viver em rios, mas a ação predatória nos igarapés de Manaus faz com que alguns desses animais se desloquem. Geralmente, não costumam atacar, a não ser que se sintam ameaçados. Por isso recomendamos que o Corpo de Bombeiros monitorasse o local onde o jacaré se encontra para que os banhistas não se aproximassem e se possível que o animal seja deslocado para outro ponto do rio assim que for localizado”, afirmou a gerente de Fauna do Ipaam, Sonia Canto.

Reportagem: Alita Menezes / Fotos: Altemar Alcântara | Semcom

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.