MPE quer explicações sobre a violação de túmulos no cemitério

Manacapuru – A violação de túmulos no principal cemitério da cidade de Manacapuru, na Região Metropolitana de Manaus, está mexendo com os nervos da população da cidade, especialmente das pessoas que tem entes queridos ali sepultados.

Devido a esse crime, a promotora de Justiça Elis Helena de Souza Nobile, da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Manacapuru, está exigindo explicações da Prefeitura de Manacapuru sobre a violação de cadáveres no cemitério São Francisco de Xavier. O prefeito Washington Régis foi intimado pessoalmente a prestar explicações.

A não apresentação de solução por parte do poder público, por enquanto, acarreta apenas em uma investigação pelo Ministério Público do Estado (MPE), mas, na sequência, os desdobramentos podem ser um pesado processo por improbidade administrativa.

O vereador Antonio Marcelino de Barros (PRB), conhecido como Toinho Oficial, foi o autor da denuncia ao MPE, relatando que o cemitério São Francisco de Xavier se encontra em uma situação crítica e que muitas vezes, para enterrar uma pessoa, a família tem que ser consultada para saber se tem alguém da família enterrada e assim o morto ser sepultado em cima. É um total descaso do poder público, para o vereador, com os moradores do município.

“O descaso salta aos olhos e não nos convence o argumento de que o encargo sob responsabilidade do poder público é deficitário, de difícil solução ou coisa parecida. É vergonhoso”, critica o vereador. De acordo com o art. 210 do Código Penal Brasileiro é crime a violação de sepultura.(Fonte: Via e-mail)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.