Morte de torcedor pode tirar Timão da Libertadores

Kevin Douglas Beltrán

Kevin Douglas Beltrán

Amazonianarede – Lancenet

Oruro,Bol – Os dirigentes do Corinthians desconversam e preferem dizer que “vão aguardar a apuração dos fatos” quando são perguntados sobre uma possível punição ao Corinthians por conta da morte do torcedor de 14 anos na noite desta quarta-feira, no estádio Jesús Bermúdez, em Oruro (BOL), durante a partida contra o San José.
Apesar da resposta, dada à reportagem do LANCE!Net ainda na madrugada, existe sim a possibilidade de punição.

E, inclusive, o risco de exclusão da equipe da Copa Libertadores.

Após quase 97 anos sem ter um órgão para disciplinar e punir clubes e jogadores indisciplinados, a Conmebol criou o Tribunal de Disciplina e a Câmara de Apelações em 2012, dois órgãos judiciais que interpretarão o Código de Disciplina, que passou a valer nesta edição da Copa Libertadores.

Nele, há o artigo 11, que prevê punições para comportamentos inadequados de seus torcedores, como invasão de campo, objetos atirados no campo, o uso de sinalizadores, fogos de artifício ou qualquer outro objeto pirotécnico, entre outros. A Polícia boliviana já confirmou que o objeto foi atirado por torcedores do Corinthians e, inclusive, prendeu doze deles.

O artigo 18, que prevê as punições, fala em multas (de no mínimo R$ 200 mil), anulação ou repetição do jogo, perda de pontos, proibição de jogar em um estádio ou país e até exclusão da competição (presente ou de edição futura).

Diferentemente do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) no Brasil, porém, não há procuradoria. Os clubes lesados que fazem as denúncias.

Polícia boliviana garante que corintianos causaram a morte de garoto

Segundo a Polícia boliviana, o artefato explosivo que atingiu e matou o garoto Kevin Douglas Beltrán, de 14 anos, durante o confronto entre Corinthians e San José (BOL), partiu da torcida brasileira. Nove pessoas estão detidas, sendo oito homens e uma mulher.

– Lamentavelmente, alguns torcedores do Corinthians atiraram um objeto cilíndrico que acertou o torcedor. Posteriormente os torcedores foram identificados pelo pessoal de inteligência e com eles se encontrou o mesmo objeto tubular que causou a morte – disse o coronel Hector Rios, à Fox Sports.

O policial informou que Kevin foi a única vítima da explosão e morreu antes mesmo e deixar o estádio a caminho do hospital. Os torcedores presos ficarão na Bolívia até a conclusão do caso.

– A Força Especial de Luta Contra o Crime cuidará do assunto. Toda pessoa estrangeira que comete algum delito em território boliviano não pode deixar o país – acrescentou.

Muitos torcedores bolivianos se voltaram contra os corintianos após a morte de Kevin. A delegação alvinegra, que estava em um camarote próximo à torcida mandante, precisou deixar o local durante o segundo tempo. Hectos Rios, no entanto, informa que a saída do estádio se deu de maneira tranquila.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.