Morre a segunda vítima baleada por grupo que invadiu beco da sorte, no São José

Bando invadiu beco no São José e promoveu tiroteio
Bando invadiu beco no São José e promoveu tiroteio
Bando invadiu beco no São José e promoveu tiroteio

Manaus – Morreu nesta segunda-feira (6) a segunda vítima do grupo armado que invadiu, na noite de domingo (5), o Beco da Sorte, no bairro São José II, Zona Leste, e atirou contra pessoas que estavam no local. Uma pessoa morreu no local e outras sete pessoas baleadas e uma criança ferida.

Segundo boletim médico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), às 12h42 desta segunda, um homem que estava internado no Hospital João Lúcio morreu às 2h55. Ainda conforme a unidade de saúde, cinco pessoas seguem internadas em estado estável, incluindo a criança de 4 anos. A Susam informou que um homem recebeu alta médica e uma mulher, de 33 anos, deixou o hospital antes de receber alta.

Entenda o caso

O crime ocorreu por volta das 19h de domingo (5). Um grupo formado por cerca de 15 homens armados invadiu o local. Sobreviventes relataram os momentos de pânico.

O caso ocorreu por volta das 19h, quando um grupo fortemente armado chegou ao local e efetuou vários tiros de arma de fogo. Os integrantes do bando fugiram e até 21h nenhum deles havia sido preso. Durante o tiroteio, duas mulheres e seis homens foram baleados.

Um menino de quatro anos ficou ferido na cabeça ao cair do colo quando o pai foi baleado. Todos os feridos foram levados em veículos particulares para o Hospital Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, na Zona Leste da capital.

Um homem morreu logo após chegar a unidade hospitalar. As informações foram repassadas pela equipe da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Testemunhas relataram à Polícia Militar (PM) que a ação pode ser uma retaliação à morte de um homem de 25 anos assassinado na rua 17, na última sexta-feira (3). O grupo, que atua no tráfico de drogas, teria ido vingar a morte do homem.

A 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) chegou reforçar o efetivo da PM no Hospital João Lúcio, pois havia risco dos criminosos invadirem a unidade hospitalar. Os familiares das vítimas também estavam no local.

Amazonianarede-TVAM

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.