Manifestantes tomam a Djalma Batista em paz; Manaus dá exemplo ao Brasil

Já no início da noite desta quinta-feira (20), data marcada pela maior manifestação pública já vista na capital do Amazonas, cerca de sessenta mil pessoas tomaram a avenida Djalma Batista, que fechada ao tráfego de veículos.

Os manifestantes passavam em grupos protestando contra vários tipos de serviços, além do transporte público. Com faixas e cartazes eles cantavam e demonstravam um sentimento de alegria por participar do movimento.
As passarelas da avenida ficaram cheias de curiosos, que foram levar apoio aos manifestantes. Cada grupo que passava era aplaudido.

Alguns manifestantes gritavam palavras de ordem, que acabaram arrancando risadas que assistia como: “inha, inha, inha, baixa o preço da farinha”.

Entre os milhares, a reportagem do Amazonianarede conversou com dois profissionais da área de saúde e uma estudante, que pintaram os rostos para participar.

Rosivaldo Menezes, enfermeiro, diz que a manifestação foi muito bonita e um exemplo para outros estados: “Ao contrário do que todo mundo falou, é uma manifestação cem por cento pacífica e está sendo muito bonita. É um exemplo para todos os estados.

Antonia Vanessa é técnica de enfermagem e também acompanhou a manifestação: “Eu estou achando calma, aparentemente na frente das outras, não temos agressividade, todo mundo está protestando com calma, muito bom, disse.

Isabela Menezes, estudante, afirma que o momento mostra que os jovens estão despertando para a situação do país: “É um bom começo para Manaus, porque está mostrando que verdadeiramente os jovens estão entrando em ação, para tentar mudar a situação precária em que o país se encontra, dispara.

Durante todo o percurso da passeata não foram vistas bandeiras ou qualquer outro objeto que lembrasse os partidos políticos.

Veja imagens da manifestação:

Texto e fotos: Sérgio Costa 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.