Leilão que venderia o Hotel mais famoso da Amazônia é suspenso

O leilão era referente a uma ação na Justiça que tem como requerente a Amazonas Distribuidora de Energia.

O leilão judicial do Tropical Hotel Manaus, um dos mais conhecidos empreendimentos turísticos do País, que estava marcado para acontecer no dia 19 de agosto, próxima segunda-feira, foi suspenso no final da manhã desta sexta-feira (16), por meio de concessão de Mandado de Segurança pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

Esta foi a terceira vez que o edital do leilão do bem foi publicado. “O Tropical Hotel Manaus era objeto de leilão judicial pela terceira vez. Em outras duas oportunidades, os leilões não ocorreram em razão de decisões judiciais que suspenderam as praças públicas”, explicou a leiloeira Danielly Fernandes.

O leilão era referente a um processo que tramita na 7ª Vara Cível e de Acidentes de Trabalho da Comarca de Manaus. A ação contra a Companhia Tropical de Hoteis e Turismo Ltda é a de nº 0213060-22.201.8.04.0001 e tem como requerente a Amazonas Distribuidora de Energia S/A. O Tropical Hotel atua há mais de 35 anos em Manaus e já foi um dos principais cartões postais da cidade.

Conforme o edital, o conjunto do bem tinha sido avaliado em R$ 292.158.291,92 e os interessados deveriam oferecer lances a partir do valor da avaliação. O leilão estava marcado para ser realizado às 10h do dia 19 de agosto, no térreo do Fórum Ministro Henoch Reis, que funciona no bairro de São Francisco. Se não fosse arrematado na 1ª Praça (a primeira data marcada), com lance superior à avaliação do bem, iria novamente à venda em 2ª Praça, marcada para 30 de agosto, às 10h, sendo vencedor o interessado que oferecer o maior lance.

(Reportagem: Patricia Ruon Stachon – TJAM)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.