Kimi Raikkonen vence em Abu Dhabi depois de 3 anos

Kimi Raikkonen - Lotus

Kimi Raikkonen -  Lotus

Amazonianarede/F1 Mania

O finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus, voltou a vencer na Fórmula 1 após cruzar a linha de chegada do GP de Abu Dhabi, penúltima etapa da temporada 2012, em primeiro lugar. A segunda posição ficou com o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que se mantém bem na luta pelo título, seguido pelo atual líder do campeonato, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull.

A quarta posição ficou com o inglês Jenson Button, da McLaren, depois de ter segurado Vettel por muitas voltas. O venezuelano Pastor Maldonado, da Williams, foi o quinto colocado, depois de ter perdido duas posições em relação à sua posição de largada.

Ambos os brasileiros Felipe Massa (7º), companheiro de Alonso, e Bruno Senna (8º), companheiro de Maldonado, completaram a prova na zona de pontuação.

A prova foi marcada por vários incidentes e duas entradas do Safety Car.

O primeiro incidente foi um acidente na largada que envolveu o alemão Nico Hulkenberg, da Force India, atropelando o seu companheiro, o escocês Paul di Resta, e Senna. O brasileiro rodou, mas voltou para a prova sem avarias. Curvas depois, o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, acabou tocando a asa dianteira no pneu dianteiro direito do francês Romain Grosjean, companheiro de Raikkonen.

Depois disto, o primeiro Safety Car veio após o indiano Narain Karthikeyan, da HRT, ter um problema no motor, diminuir a velocidade e o Rosberg acabar abalroando-o, resultado numa decolagem e imagens incríveis, mas ambos saíram bem do incidente.

Maldonado e o australiano Mark Webber, companheiro de Vettel, mais tarde, acabaram se tocando numa disputa de posição, que acabou sem punições, já que os comissários julgaram o incidente como normal, mas o piloto da Red Bull rodou e perdeu posições. Voltas depois, Webber atacou Massa e numa manobra parecida, quem acabou levando a pior foi o brasileiro, que se assustou com o retorno de pista do australiano e rodou.

A segunda intervenção do Safety Car aconteceu depois de Di Resta ultrapassar Grosjean, Perez decidiu partir para cima dos dois, então o escocês e o mexicano se estranharam. O piloto da Sauber acabou passando por fora da pista e, na volta, acabou acertando o francês, então Webber que vinha atrás não conseguiu desviar e acabou acertando-o, resultando no abandono do australiano e de Grosjean.

Com essas mudanças na prova, a estratégia e a decisão do momento de parar nos boxes foi fundamental.

A decisão do Mundial de Pilotos e Construtores pode ser no GP dos Estados Unidos, que acontece em duas semanas em Austin, no Texas.

Confira o resultado do GP de Abu Dhabi:

1) Kimi Raikkonen (FIN/Lotus), 1 pit-stop
2) Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1
3) Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 2
4) Jenson Button (ING/McLaren), 1
5) Pastor Maldonado (VEM/Williams), 1
6) Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), 1
7) Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1
8) Bruno Senna (BRA/Williams), 1
9) Paul di Resta (ESC/Force India), 3
10) Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso), 2
11) Michael Schumacher (ALE/Mercedes GP), 2
12) Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso), 2
13) Heikki Kovalainen (FIN/Caterham), 1
14) Timo Glock (ALE/Marussia), 1
15) Sergio Perez (MEX/Sauber), 3
16) Vitaly Petrov (RUS/Caterham), 1
17) Pedro de la Rosa (ESP/HRT), 1
OUT) Charles Pic (FRA/Marussia), 2
OUT) Romain Grosjean (FRA/Lotus), 2
OUT) Mark Webber (AUS/Red Bull), 1
OUT) Lewis Hamilton (ING/McLaren), 0
OUT) Narain Karthikeyan (IND/HRT), 0
OUT) Nico Rosberg (ALE/Mercedes GP), 1
OUT) Nico Hulkenberg (ALE/Force India), 0

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.