Governo do Amazonas entrega 17,5 mil equipamentos para pessoas com deficiência, beneficiando diretamente 600 pacientes

Manaus – Cerca de 600 pacientes estomizados foram beneficiados com a entrega de equipamentos de auxílio a pessoas com deficiência, finalizada nesta sexta-feira (12) pelo Governo do Amazonas, por meio do Programa de Atenção Integral ao Deficiente (Paid), desenvolvido pela Policlínica Codajás.

A concessão ocorreu no auditório da unidade ambulatorial, onde os usuários da rede estadual de saúde também participaram da palestra “O poder de um abraço”, ministrada pelo médico psicanalista Antonio Lima.

Entre os beneficiados está a dona de casa Ila Maura Lopes, 51, usuária inscrita no Paid há mais de 10 anos, após ser acometida de câncer colorretal. “Saber que tinha um suporte integral, que incluía, principalmente, apoio psicológico me tranqulizou desde o início. No programa recebi não só apoio material e orientações de como eu deveria utilizar os equipamentos, mas me ajudaram a resgatar a autoestima e a viver com qualidade”, destacou.

Para o aposentado José Nudson, 52, que sofreu um acidente de trabalho e precisou ser estomizado, a equipe multidisciplinar do programa é o que faz a diferença no tratamento. “Quando fiz estomia, fui orientado a procurar o Paid. Aqui, encontrei vários profissionais dispostos a me ajudar e sou muito grato por isso, porque para um estomizado a dificuldade não é só a financeira para pagar o tratamento. O maior problema está em como lidar com isso”, frisou Nudson.

Concessão – Ao todo, foram concedidos 17,5 mil equipamentos, entre bolsas recortáveis para colostomia e urostomia adulto e infantil, placas e materiais adjuvantes, além de produtos que servem para proteção e higienização da estomia, como pó, pasta e até lenço removedor de resíduos. A entrega desses itens, que são utilizados no armazenamento dos resíduos fisiológicos, atende a necessidade diária dos pacientes estomizados.

Cada usuário recebeu quantidade suficiente para uso num período de dois meses.

O diretor da Policlínica Codajás, Fábio Manabu Shimizu, faz questão de destacar que a entrega dos equipamentos é apenas parte do processo e não o objetivo principal do programa. “Mais importante que a entrega dos instrumentos de auxílio às pessoas com deficiência é a continuidade do tratamento. Todos os usuários beneficiados passam por uma triagem da nossa equipe e, após receber o equipamento, eles são acompanhados e avaliados para verificar a adaptação do produto e a integralidade da saúde”, explicou.

Além disso, participar de atividades educativas, como a palestra realizada na tarde desta sexta, é um dos requisitos que devem ser observados pelos usuários do programa executado pela unidade ambulatorial.

Para ter receber os equipamentos e ter acesso ao atendimento especializado é necessário realizar inscrição no Paid, por meio da apresentação dos seguintes documentos (original e cópia): carteira de identidade, registro de nascimento (se for menor), cartão SUS, CPF, comprovante de residência, encaminhamento médico com diagnóstico, n° do CID e boletim de alta. A Policlínica Codajás funciona de segunda a sexta, das 7h às 17h.

Texto: Joanise de Souza
Imagens: Herbert Felipe/Três Comunicação

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.