Fifa pede segurança especial a Blatter em Belo Horizonte

Presidente da entidade chega à capital mineira para semifinal da Copa das Confederações e PM prepara esquema rigoroso de policiamento.

As vaias que Joseph Blatter recebeu na abertura da Copa das Confederações em Brasília foram apenas a primeira das manifestações contrárias à Fifa vistas em todo o País nos protestos que tomou conta das ruas nas últimas semanas. Ciente disso, a entidade pediu à organização do torneio e à Polícia Militar de Minas Gerais que prepare um esquema especial de segurança para Blatter durante sua estada na capital mineira. Ele chega à BH nesta terça-feira. acompanha a semifinal entre Brasil e Uruguai na quarta e depois segue para Fortaleza, onde jogam Espanha e Itália na quinta.

A resistência de grupos de manifestantes à presença da Fifa em Belo Horizonte fica evidente na principal via de acesso ao Mineirão. Pichações em inglês ao longo dos viadutos no percuso dão a dimensão da rejeição à entidade: “Go Home Fifa” (Vá pra casa, Fifa) e “Welcome to Hell” (Bem-vindo ao Inferno) são algumas delas. Diante deste quadro, a Fifa pediu mais proteção ao seu presidente.

No hotel em que Blatter ficará hospedado a PM mobilizou 12 viaturas para cuidarem de toda a movimentação que possa comprometer a segurança de Blatter e seu estafe. O número de homens designados pela PM em Belo Horizonte é de 3550 homens. Eles ganharão ainda o reforço de tropas das Forças Armadas ao longo desta terça-feira.

Durante o treino da seleção brasileira na segunda-feira, policiais informaram que se as manifestações em Belo Horizonte se aproximarem do Mineirão, dos hotéis das seleções ou o da Fifa haverá grande confronto. “A coisa vai feder”, disse um deles, tampando o nome da farda e pedindo para não ser identificado.

A Fifa já foi alvo dos manifestantes nesta Copa das Confederações. Além das vaias a Blatter (que viajou para a Turquia logo depois da abertura), dois ônibus da entidade foram apedrejados em Salvador. Carros da Hyundai, montadora que patrocina a competição, também foram alvo dos manifestantes e uma concessionária da empresa coreana foi saqueada em Belo Horizonte.

(iG) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.