Estupro em família

Os suspeiost serão encaminhados à cadeira pública

 

Os suspeiost serão encaminhados à cadeira pública
Os suspeiost serão encaminhados à cadeira pública

Manaus, AM – Este é realmente um caso de Polícia, como se diz na gíria popular. Um pedreiro de 40 anos e o filho dele, um ajudante de pedreiro de 23 anos,  foram presos em Manaus suspeitos de estupro de duas meninas, de 12 e 13 anos.

As vítimas são, respectivamente, filhas e irmãs dos infratores. Um adolescente de 16 anos, irmão das vítimas, também teria molestado sexualmente as garotas. A prisão dos envolvidos foi divulgada nesta quarta-feira (18) pela Polícia Civil.

De acordo com o delegado titular do 25º DIP, Cícero Túlio, o caso foi denunciado pela pedagoga da escola onde a vítima de 12 anos estuda compareceu à delegacia para relatar que a adolescente havia contado que vinha sendo constantemente molestada sexualmente pelo pai e pelos irmãos. Os abusos iniciaram quando ela tinha 9 anos.

“A vítima está visivelmente traumatizada, uma vez que os estupros vinham acontecendo desde o ano de 2013”, informou Cícero Túlio.

Após a denúncia a adolescente foi levada ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exames de conjunção carnal e coito anal, que confirmaram as agressões.

Em seguida, o delegado representou mandados de prisão preventiva em nome dos infratores. Os documentos foram expedidos pelo juiz Erivan de Oliveira Santana, do Plantão Criminal, e cumpridos na terça-feira (17), no endereço dos infratores, na Zona Leste.

Em depoimento, segundo a polícia, a vítima de 12 anos relatou que a mãe deles sabia dos abusos, mas que era ameaçada de morte pelo companheiro e, por conta disso, tinha medo de denunciá-O O pai dizia que iria matar todos quando estivessem dormindo.

Mãe  será notificada

A polícia informou que a mãe das vítimas será notificada para prestar esclarecimentos sobre o caso e, possivelmente, será responsabilizada por omissão.

De acordo com a Polícia Civil, na delegacia o ajudante de pedreiro, irmão das vítimas, confessou a autoria dos crimes. Ele afirmou, inclusive, que teria estuprado a menina de 12 anos no último domingo (15).

“Eu via o nosso pai molestando sexualmente as minhas irmãs e comecei a fazer o mesmo. Estou consciente de que o meu destino é o caixão”, disse ele à polícia. O pai deles negou a autoria dos abusos.

Cícero Túlio destacou que as vítimas estão sob os cuidados do Conselho Tutelar e serão encaminhadas para o setor psicossocial da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

Pai e filho foram indiciados por estupro de vulnerável. Eles serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão permanecer à disposição da Justiça. O adolescente de 16 anos ainda não foi localizado pela polícia.

Amazonianarede-TVAM

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.