Duas novas Unidades Básicas de Saúde vão atender 7 mil pessoas em Manaus

(Foto: Mário Oliveira)

A prefeitura de Manaus inaugurou, nesta terça-feira, 03, duas novas Unidades Básicas de Saúde (UBS), sendo uma no Coroado, zona Leste, e outra no Parque das Garças, no Novo Aleixo, zona Norte.

Cada unidade tem capacidade para atender aproximadamente 3,5 mil pessoas. De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Evandro Melo, até o final do ano, outras quatro unidades serão entregues à população, totalizando 15 novas UBS, somente neste primeiro ano de gestão.

A primeira unidade – UBSL-32 – está localizada, na Rua Ouro Preto, no Coroado 3, na zona Leste e para os comunitários é uma conquista de mais de 11 anos. Os moradores da zona Norte também foram contemplados com a UBSN-51. A unidade foi construída na rua Lírio das Índias, no Parque das Garças, Novo Aleixo, sendo a primeira UBS instalada no bairro.

As Unidades Básicas da Saúde foram construídas em uma área de 130 metros quadrados. Elas vão oferecer a população atendimento com uma equipe composta por médico, enfermeiro, agentes comunitários de saúde e auxiliar de consultório dentário, de acordo com as diretrizes do programa Estratégia Saúde da Família (ESF). As duas unidades irão funcionar com dois consultórios odontológicos, que visa oferecer melhor atendimento dentário aos comunitários.

De acordo com os médicos responsáveis pelas unidades, cada equipe atua no acompanhamento de um número definido de famílias, localizadas em uma área geográfica. As ações desempenhadas por elas visam a promoção da saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais frequentes, e a manutenção da saúde desta comunidade.

De acordo com o modelo adotado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a Atenção Primária à Saúde (APS), primeiro atendimento, é capaz de resolver cerca de 80% das necessidades de saúde da população.

“O novo modelo tem investido no fortalecimento da Estratégia5 Saúde da Família, visando à consolidação da APS. Com a reorientação do processo de trabalho, implantação de novas equipes e reorganização das atuais unidades de saúde tradicionais em modelo ESF, espera-se uma APS mais qualificada e resolutiva, e que atenda as reais demandas de saúde da população”, destacou Evandro Melo.

A pensionista Maria Ilma Vasconcelos de Sá, 71, que mora no Parque das Garças, disse que era um sacrifício muito grande sair de casa para procurar atendimento médico. Ela conta que acordava por volta das 5h para ir ao Centro de Atenção a Melhor Idade (Caime), na Colônia Oliveira Machado. “Nós sofríamos muito, mas agora esperamos que a nossa vida e a nossa saúde melhore. Temos muito que agradecer a prefeitura e a prefeito Arthur. Ele fez por nós o que muitos não fizeram em dez anos”, destacou.

Essas inaugurações fazem parte do processo de mudança no sistema de saúde de Manaus que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vem implantando a partir do reordenamento da Atenção Primária à Saúde (APS), por meio da Rede Saúde Manauara, que tem como meta encerrar o ano de 2013 com a construção de 17 Unidades Básicas de Saúde, de dois Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e implantação de 10 Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASFs).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.