DjuenaTikuna retrata a cultura indígena amazônica em festival no Paraná

Conhecida do público e presença constante em eventos realizados pelo Governo do Amazonas, entre os quais o Abril Cultural Indígena, a cantora DjuenaTikuna foi uma das representantes do Estado na 35ª Edição do Festival de Música Cidade Canção, realizado no período de 22 a 25 de maio, na cidade de Maringá (PR).

Djuena se apresentou acompanhada do grupo Magüta, de Manaus, e encantou o público presente ao Teatro Calil Haddad na primeira noite, com a música “Ngetchautumau” (que significa Lamentação).

O festival foi organizado pelo Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio (Sesc), e reuniu uma diversidade de sons e ritmos.

O Femucic não teve caráter de disputa, mas poderá render bons frutos à artista amazonense. “Fui muito parabenizada pela organização do evento e até recebi proposta para que, provavelmente, a música Lamentação, que é tradicional do povo Tikuna, possa ser uma das escolhidas na gravação do CD oficial do festival”, disse Djuena.

Djuena considerou positiva a participação dela no evento, no sentido de poder divulgar a cultura indígena do Amazonas em outros Estados. “Foi mais um passo importante no meu trabalho, pois lá fora quase ninguém conhece nossa cultura”, destacou a indígena, que já realizou apresentações em vários eventos culturais com temática indígena, em locais como Manaus, São Paulo, Mato Grosso, Maranhão e Distrito Federal.

O outro representante do Amazonas no Femucic foi o cantor e compositor Gonzaga Blants.

Agenda cheia – Depois de participar do projeto “Canção da Mata 2013”, organizado pelo Sesc no início do ano, em Manaus, a amazonense ainda cantou na 3ª Edição do Abril Cultural Indígena, evento organizado pela Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind) e parceiros, antes de seguir para Bauru (SP), onde marcou presença no encerramento da 1ª Edição dos Jogos Indígenas do Interior de São Paulo.

Ainda neste mês de maio, a agenda de Djuena previa um show em São Luís (MA), num evento do povo Guajajara.

DjuenaTikuna tem 28 anos e é natural da aldeia Umariaçu2, em Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus), no alto rio Solimões. A artista canta profissionalmente desde os 20 anos e, recentemente, gravou um vídeo promocional referente ao mês indígena para uma emissora de TV local.

(Agecom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.