DECFS identifica novo furto de energia em vila de quitinetes no S. Raimundo

DECFS identifica novo furto de energia em vila de quitinetes no S. Raimundo

Manaus, AM – Policiais civis lotados na Delegacia Especializada em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS), sob o comando do delegado titular da unidade policial, Felipe Vasconcelos Dias, identificaram, na manhã desta quarta-feira, dia 16, por volta das 9h30, furto de energia em uma vila de quitinetes situada na Rua Rio Branco, bairro São Raimundo, zona Oeste da capital.

De acordo com a autoridade policial, a equipe da DECFS foi acionada ao local após policiais civis lotados no Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) notarem, durante diligências no local, ligações irregulares no fornecimento de energia naquela vila.

“Os policiais perceberam que se tratava de um local onde já havíamos identificado furto de energia no final do mês de junho deste ano e o abastecimento havia sido cortado. O responsável pelas quitinetes não procurou regularizar a situação junto à concessionária de energia e voltou cometer o crime, por meio da ligação clandestina. Assim que fomos acionados nos dirigimos ao local e constatamos a transgressão”, explicou Vasconcelos.

Conforme o delegado, Olavo Loureiro de Souza, 64, que acompanhou as diligências, informou que ele mesmo havia feito o serviço ilegal a pedido da filha dele, responsável pelo aluguel das quitinetes. “No local existem seis unidades consumidoras e as dívidas somam cerca de R$ 40 mil de consumo não pago à concessionária”, ressaltou.

Olavo recebeu voz de prisão por furto de energia. Ele foi conduzido até o prédio da DECFS, onde foi arbitrada, pela autoridade policial, fiança no valor de R$ 1 mil. A quantia foi paga pelo infrator, que irá responder pelo crime em liberdade.

Amazonianarede-SSP

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.