Cruzeiro mostra raça e supera o River Plate, por 1 a 0, na Argentina

Com gol quase no final, Cruzeiro vence na Argentina o Rivel
Com gol quase no final, Cruzeiro vence na Argentina o Rivel
Com gol quase no final, Cruzeiro vence na Argentina o Rivel

Buenos Aires – Não foi fácil, mas o Maior de Minas mostrou muita raça e conseguiu um importante resultado na noite desta quinta-feira. Na Argentina, atuando diante do River Plate e de um estádio lotado, o Cruzeiro não se intimidou e superou o rival pelo placar de 1 a 0, no Monumental de Nuñez.

O gol da partida, válida pelas quartas de final da Copa Libertadores, foi marcado por Marquinhos, aos 36 minutos do segundo tempo.

Agora, o elenco estrelado voltará a campo na próxima quarta-feira, dia 27, para decidir a sua permanência na competição continental. O duelo contra os “hermanos” acontecerá às 22h, no Mineirão, onde a equipe celeste contará com a força da imensa nação azul. Para se classificar, o Clube precisa apenas de um empate em solo mineiro.

No entanto, antes desse duelo decisivo, a Raposa terá outro importante compromisso neste fim de semana, novamente no Gigante da Pampulha. Às 18h30 de domingo, o Maior de Minas enfrentará a Ponte Preta, em partida que será válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Mesmo jogando fora de casa, o Cruzeiro começou o combate criando as melhores chances no Monumental de Nuñez. Logo aos dois minutos, Marquinhos, em cobrança de falta, lançou a bola para a área. O passe encontrou Manoel que, livre e de frente ao goleiro Marcelo Barovero, finalizou com a perna esquerda sobre a meta rival e desperdiçou uma boa oportunidade para inaugurar o marcador.

Após ser assustado pelo ímpeto da equipe cruzeirense, os mandantes do duelo começaram a sair mais para o jogo. As principais tentativas do River Plate aconteciam pelo lado direito, através dos avances do lateral Sánchez, que realizava tabelas rápidas com o meio-campista Gonzalo Martinez.

Cruzeiro, teve mais raça que técnica
Cruzeiro, teve mais raça que técnica

Aos 16 minutos, os argentinos recuperaram a posse da bola na intermediária e Teo Gutiérrez sai frente a frente com Fábio, mas o arqueiro estrelado se antecipou bem no lance e afastou o perigo. Na sequência, Carlos Sánchez se lançou pela ponta, foi à linha de fundo e deu boa assistência para Teo Gutiérrez. O atacante colombiano arrematou à esquerda da meta cinco estrelas.

Doze minutos mais tarde, aos 28, a agremiação argentina teve um gol anulado. A jogada do tento invalidado teve origem após cobrança de escanteio feita por Vangioni, que foi desviada por Maidana e acabou sobrando para Teo Gutiérrez. O avante, em posição irregular, só escorou a bola para o fundo da rede.

Com o passar do tempo, a partida ficou equilibrada e o número de ataques das equipes se igualou. Aos 30 minutos, Téo apareceu outra vez e arrematou perigosamente, próximo à trave esquerda e Fábio.  Dois minutos depois, Marquinhos fez belo lançamento para Leandro Damião, que disputou com Maidana, foi desequilibrado e não conseguir chutar com a precisão necessária para superar Barovero.

No fim do primeiro tempo, Willian teve duas tentativas.  Aos 40 minutos, ele realizou jogada individual e chutou, de canhota, à direita da meta argentina. Aos 44, Marquinhos puxou contra-ataque e o tocou para o atacante, que driblou o rival e arrematou a gol. No entanto, o árbitro já havia assinalado impedimento.

A etapa complementar começou em um ritmo mais ameno do que o primeiro tempo. Com pouca inspiração na criação, os dois clubes mantiveram o jogo truncado no meio de campo. Os únicos momentos mais acentuados aconteceram em arremates efetuados à longa distância, mas que não obtiveram sucesso.

Aos 12 minutos, Marcelo Oliveira sacou Arrascaeta e colocou Gabriel Xavier na partida. Seis minutos mais tarde, o armador executou excelente jogada individual e deu assistência precisa para Willian. O atacante driblou o zagueiro adversário e chutou de perna esquerda. A bola passou pelo goleiro Barovero e, quase em cima linha, Vangioni afastou o lance, evitando o gol do Maior de Minas.

Após o susto, o River Plate passou a atacar mais o time azul. Aos 22, Teo Gutiérrez arriscou uma finalização forte, próxima à trave de Fábio. Nos instantes seguintes, Cavenaghi recebeu na entrada da área, dominou, ajeitou o corpo e arrematou no meio do gol para fácil defesa do goleiro cruzeirense.

No jogo do Mineirão, o Cruzeiro joga pelo O X 0 e 1 X 1 para se classificar
No jogo do Mineirão, o Cruzeiro joga pelo O X 0 e 1 X 1 para se classificar

Mesmo sem criar muito na segunda parte do combate, o Cruzeiro mostrou a eficiência que vem tendo nos jogos decisivos da Libertadores. Aos 36 minutos, Leandro Damião disputou com o rival pelo alto, a bola sobrou para Gabriel Xavier, que finalizou e obrigou Barovero a espalmar para a pequena área. No rebote, Marquinhos concluiu para o gol vazio. Cruzeiro 1 x 0.

Depois do tento, os argentinos tentaram igualar o marcador, mas não assustaram Fábio. Aos 49 minutos, o árbitro Enrique Osses ergueu os braços e apitou o fim do jogo. A Raposa conseguiu uma importante vitória e agora traz vantagem para o duelo em Belo Horizonte.

RIVER PLATE 0 x 1 CRUZEIRO

Motivo: Jogo de ida pelas quartas de final da Copa Libertadores Data: 21/05/2015 (quinta-feira) Local: Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires (ARG) Árbitro: Enrique Osses (Chile) Auxiliares: Carlos Astroza (Chile) e Marcelo Barraza (Chile) Gol: Marquinhos, aos 36 minutos do segundo tempo

River Plate: Marcelo Barovero, Mammana, Jonatan Maidana, Funes Mori e Vangioni; Carlos Sánchez, Ponzio (Mayada), Kranevitter e Gonzalo Martinez (Pisculichi); Teo Gutiérrez e Rodrigo Mora. Técnico: Marcelo Gallardo Cruzeiro: Fábio; Mayke, Manoel, Bruno Rodrigo e Mena; Willians, Henrique, Arrascaeta (Gabriel Xavier), Marquinhos e Willian (Charles); Leandro Damião (Henrique Dourado). Técnico: Marcelo Oliveira

Cartões amarelos: Ponzio e Kranevitter (River Plate); Willians, Mena e Gabriel Xavier (Cruzeiro)

Amazonianarede-Agencias

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.