Com dois campeões estaduais, Série B começa com representantes das 5 regiões

Paysandu e Ceará foram campeões de seus estados e chegam embalados para o Brasileiro.

A série B do Campeonato Brasileiro inicia nesta sexta-feira com dois clubes já em festa. Enquanto a maior parte dos competidores fracassou em seus respectivos estaduais, Paysandu e Ceará chegam à segunda divisão embalados pelas recentes conquistas do Paraense e do Cearense, respectivamente.

Mais do que o título, o Paysandu tem motivos para comemorar por outro motivo também. O retorno do clube à Série B faz a competição ter novamente representantes das cinco regiões brasileiras. Ao assegurar o acesso no ano passado, o Paysandu se garantiu como único participante do Norte do País na segunda divisão.

“Quando o Paysandu joga em outras cidades do Norte, nós recebemos a torcida de muitas pessoas. Hoje, o clube é novamente o representante na Série B e é bem forte na região”, afirmou o treinador bicolor, o ex-jogador Lecheva. O Paysandu estava fora da disputa da segunda divisão desde 2006 e amargou decepções na busca pelo acesso até conseguir seu ingresso novamente na competição. Com a ausência da equipe, a região Norte do Brasil não tinha um time na Série B desde 2007, quando o Remo foi rebaixado.

Assim, o campeonato passou todo este período sem ter simultaneamente participantes das cinco regiões brasileiras. Agora, Lecheva sabe que a empolgação pelo retorno à Série B e pelo título estadual não será suficiente para diminuir a cobrança da torcida por uma boa campanha.

“Nossa torcida é fanática e não vai se segurar só com este título. A pressão vai existir também na Série B. No ano que vem, o clube completa 100 anos e existe a expectativa de passar a temporada na primeira divisão”, explicou.
Outro recente campeão, o Ceará quer aproveitar o título estadual para ter tranquilidade na busca por uma arrancada na Segundona. O treinador do clube, Leandro Campos, acredita que a cobrança seria muito grande neste momento se seu time não tivesse levantado a taça no Estadual.

“É natural que o título dê tranquilidade, porque a responsabilidade no âmbito estadual é muito grande. Se o Ceará não tivesse conseguido o resultado, iniciaria a competição com um grau de tensão muito grande. O troféu foi importante para fortificar a qualificação do grupo e para dar a estabilidade em relação à próxima competição”, afirmou.

Assim, os dois campeões se juntam aos outros 18 clubes na luta que durará até a última semana de novembro. Independentemente do que aconteceu até agora, apenas quatro equipes conseguirão atingir o objetivo de retornar à elite do futebol brasileiro em 2014.

Veja os jogos da primeira rodada da Série B

Sexta-feira
Oeste x Avaí (19h30)
São Caetano x Ceará (19h30)
Boa Esporte x Chapecoense (21h50).
Paysandu x ASA (21h50)

Sábado
Figueirense x América-RN (16h20).
Joinville x Bragantino (16h20)
Icasa x Sport (16h20)
Palmeiras x Atlético-GO (16h20)
ABC x Paraná (21h)
Guaratinguetá x América-MG (21h)

(iG)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.