CBF afirma que Lusa abandonou jogo e será julgada no STJD

Forçando a barra
Forçando a barra

Rio de Janeiro – A CBF se manifestou após a Portuguesa deixar o gramado nesta sexta-feira, na Arena Joinville, na primeira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e afirmou que o clube paulista abandonou o jogo e que o caso irá para o STJD.
Em comunicado feito por meio do Jornal Nacional, da Rede Globo, a entidade máxima do futebol brasileiro declarou que a liminar apresentada ao delegado da partida em Joinville não tinha “eficácia jurídica”.

“O ato apresentado ao delegado do jogo não tem nenhum eficácia jurídica pois foi proferido por juíza incompetente e que descumpriu determinação do Superior Tribunal de Justiça, que decidiu que o juiz competente é a 2ª vara civil, da Barra da Tijuca, do Rio de Janeiro, que proferiu decisão contrária. A Portuguesa, apesar de advertida pelo juiz da partida, que deveria ter dado continuidade à partida, optou por não voltar, o que configura abandono de jogo ou WO, que será apreciado e julgado pelo STJD”, manifestou a CBF.

A Portuguesa deixou o gramado aos 16min do confronto contra o Joinville, quando o delegado da partida trouxe a liminar e afirmou que “o filho do presidente da Portuguesa trouxe a liminar aqui e disse que tem que parar o jogo”. Minutos depois, ele mandou a equipe rubro-verde voltar ao gramado em até 30 minutos, mas a equipe não obedeceu.

Fonte: Terra

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.