Café-Teatro: Prefeitura define programação de inauguração

Cafe Teatro

Amazonianarede – Semcom

A Prefeitura de Manaus definiu a programação de inauguração e primeiros eventos do Les Artistes Café-Teatro, que será inaugurado nesta sexta-feira (16), às 19h. O espaço, localizado na avenida Sete de Setembro, ao lado do Basa, no Centro, será administrado pela Fundação Municipal de Cultura e Artes (Manauscult), tendo sala de espetáculo e salão de exposições, unindo a cultura ao bem-estar. O público que frequentar o Café poderá apreciar a arte, dispondo de um cardápio variado de quitutes e bebidas, além de um acervo literário diversificado.
O local ficará aberto de segunda à sexta-feira, a partir das 9h, podendo encerrar até as 22h, em caso de eventos especiais. Aos sábados e domingos funcionará em horários especiais.

Todos os espetáculos gratuitos da programação são oferecidos à população em forma de contrapartida social dos artistas contemplados no Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – PAIC (2011).

Na inauguração, será lançado um livro especial sobre a Virada Cultural de Manaus, promovida pela Manauscult nos últimos três anos.

Prêmios literários

No dia 21, o Conselho Municipal de Cultura fará o lançamento dos prêmios literários em cerimônia que acontecerá noLes Artistes Café-Teatro, a partir das 19hs. Na ocasião todos os vencedores receberão uma cota com 100 livros, o que corresponde a 10% do total de impressos. Os demais serão distribuídos nas bibliotecas municipais e instituições dos segmentos cultural e educacional.

Os vencedores nas 14 categorias são escritores de todo o Brasil e da região Norte, alguns deles revelados neste prêmio. O destaque vai para as seis categorias regionais.

Na cerimônia de entrega dos livros dos Prêmios Literários Cidade de Manaus, também será lançado o livro “A Catedral Metropolitana de Manaus”, de Mário Ypiranga Monteiro. Esta 2ª edição vem revisada e aumentada pelo autor ainda em vida, mas com publicação articulada por sua filha Marita Monteiro, com o apoio da ManausCult.

O livro fala da Catedral de Manaus, desde sua inauguração oficial em 1878. Este importante ícone da cultura religiosa de nossa cidade é contado por Mário Ypiranga Monteiro com riqueza de detalhes.

O evento contará também com a presença do Arcebispo de Manaus Dom Luiz Soares Vieira, que assina o comentário da orelha do livro.

Abaixo, lista completa dos escritores premiados:

I – Prêmio Álvaro Maia, destinado ao melhor Romance ou Novela

• José Humberto da Silva Henriques: A TRAVESSIA DAS ARARAS AZUIS

Categoria Regional

• Edilson Ferreira de Souza: O VATICÍNIO – PROMESSA DE AMOR E TRAGÉDIA

II – Prêmio Arthur Engrácio, destinado ao melhor livro de Contos

• José Everardo Arraes de Alencar Norões: O FABRICANTE DE HISTÓRIAS

III – Prêmio Violeta Branca Menescal, destinado ao melhor livro de Poesia

• João Cândido Rodrigues: FLORES PARA ENFEITAR O CHÃO DA MANHÃ

Categoria Regional

• Luiz Daniel Valente da Silva: BARCO DE PAPEL

IV – Prêmio Péricles Moraes, destinado ao melhor livro de Crônicas

• Carlos Alberto Pañella Motta: ESCRITAS REVELADAS

V – Prêmio Aldemar Bonates, destinado ao melhor Texto Teatral para Adultos

• Alexsandro Souto Maior de Macedo: MARIANO, IRMÃO MEU

VI – Prêmio Álvaro Braga, destinado ao melhor Texto de Teatro Infantil

• Ricardo Araújo: O CLUBE DA ÁRVORE

VII – Prêmio Samuel Benchimol, destinado ao melhor livro de Ensaio Socioeconômico

• Evandro Brandão Barbosa: EDUCAÇÃO E DESAFIOS AMAZÔNICOS

VIII – Prêmio Mário Ypiranga Monteiro, destinado ao melhor ensaio sobre Tradições Populares (Folclore)

• Alvatir Carolino da Silva: FESTA DÁ TRABALHO: AS MÚLTIPLAS DIMENSÕES DO TRABALHO NA ORGANIZAÇÃO E PRODUÇÃO DE GRUPOS FOLCLÓRICOS DA CIDADE DE MANAUS

Categoria Regional

• Marilina Conceição Oliveira Bessa Serra Pinto: A COBRA E A ÁGUA NAS TRADIÇÕES POPULARES

IX – Prêmio Arthur Reis, destinado ao Melhor Ensaio Histórico

• Aguinaldo Nascimento Figueiredo: OS SAMURAIS DAS SELVAS: A PRESENÇA JAPONESA NO AMAZONAS

X – Prêmio Luiz Ruas, destinado ao melhor Ensaio sobre Literatura (Letras)

• Victor Leandro da Silva: O NORTE IMPOSSÍVEL – FICÇÃO, MEMÓRIA E IDENTIDADE EM NARRATIVAS DE MILTON HATOUM

XI – Prêmio Cosme Alves Neto, destinado ao melhor ensaio sobre Cinema

• Gustavo Soranz Gonçalves: TERRITÓRIO IMAGINADO – IMAGENS DA AMAZÔNIA NO CINEMA

XIII – Prêmio Clóvis Barbosa, destinado ao melhor texto de Jornalismo Literário

• Cristiane Naiara Araújo de Souza: SIRROSE NAS ENTRELINHAS

XIV – Prêmio Alfredo Fernandes para Literatura Infantil

• Adriano Bitarães Netto: DEPOIS DE PULAR A JANELA, POR ONDE ANDARÁ A VACA AMARELA

Categoria Regional

• Priscila de Oliveira Pinto Maisel: BICHOS DA AMAZÔNIA

Mais informações: 3236 9387

(Foto: Marcio James)

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.