Bombeiros apontam as áreas com dificuldades para combater incêndios na capital

Amazonianarede – Assessoria

Manaus – Levantamento feito pelo Corpo de Bombeiros, aponta quais são as áreas mais críticas para que incêndios possam ser combatidos em Manaus e surgem como sendo de grande risco, o chamado centro histórico de Manaus, o Japiim e Parque Dez, considerados como os mais difíceis para as ações dos bombeiros, devido as condições de trafegabilidade nas estreitas ruas.

Segundo o comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Amazonas, coronel Antônio Dias, no Parque Dez e Japiim, as ruas estreitas impossibilitam a realização de manobras com viaturas da corporação durante o trabalho para apagar incêndios.

O problema foi ainda mais agravado com o aumento da frota de veículos circulando no trânsito da cidade. “Com a estabilização da moeda, as famílias de Manaus passaram a ter dois, três ou mais carros. Porém, as ruas não foram planejadas para atender esse fluxo de veículos”, enfatizou o coronel Dias.

Já no Centro, além das ruas estreitas, o acesso é obstruído por barracas de camelôs. Estes obstáculos os Bombeiros enfrentaram para conter um princípio de incêndio no prédio, situado na rua Marechal Deodoro, no último dia 29 de janeiro.

Para minimizar as barreiras no atendimento das ocorrências, o Corpo de Bombeiros conta com apoio da Polícia Militar e do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans) acelerar a chegada das equipes.

“Tentamos superar essas dificuldades logo no momento da chamada, identificando bem o local onde ocorre o incêndio, traçando o itinerário mais adequado para não necessitar fazer retornos em locais de difícil manobra. Realmente esse problema atrapalha muito porque os carros que combatem os incêndios são grandes”, ressaltou o comandante.

O coronel Dias explicou que a alternativa adotada para atender de forma mais rápida em casos incêndios no Centro consiste no planejamento operacional. “A saída encontrada é utilizar os hidrantes e estabelecer a viatura mais próxima possível do evento, estendendo as mangueiras até o local”, revelou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.