Atirador fere três pessoas na Liberdade

Polícia SP
Polícia SP
São Paulo – Um homem de 32 anos que teria transtornos mentais baleou três pessoas na manhã desta quinta-feira em sua residência na Rua Castro Alves no bairro Liberdade, região central de São Paulo. As vítimas são um enfermeiro, uma psicóloga e um oficial de justiça. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos baleados. Segundo informações iniciais, o homem seria ex-militar das Forças Armadas e estaria ferido. 

A polícia informou que os disparos foram feitos após o homem ter recebido uma ordem judicial de interdição – medida que transmite a responsabilidade por determinada pessoa para os familiares. O homem, que teria esquizofrenia, estava com uma pistola 9 mm, reagiu e atirou. Sua mãe, que acompanha as negociações no local, disse que o filho tem problemas mentais e possui várias armas em casa, o que leva a PM a isolar a rua e evitar invadir a residência.

A polícia foi acionada por volta das 8h30 e, no momento, cerca de dez policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) cercam o local e tentam negociar com o atirador por telefone celular. “A conversa não é fácil por ele estar bastante perturbado por uma medida judicial”, disse o comandante da operação. “É uma pessoa que demonstra bastante perturbação e agitação. Estamos tentando convencer de que o melhor que ele faz é se entregar”. O comandante disse que a situação está sob controle e não há riscos para os vizinhos.
Também há viaturas da PM, do Samu, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil no local. Uma área em torno de 100 metros ao redor da casa está isolada. Ainda não foram cortadas a água e a luz da residência. Segundo a mãe do atirador, agora ele estaria sozinho dentro de casa, que tem manchas de sangue das vítimas na porta.

(Com Agência Estado)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.