Amazonas fatura 77 medalhas

Amazonianarede – Sejel

Manaus – Recebendo o Circuito Loterias Caixa – fase regional Norte/Nordeste – pela primeira vez, a delegação amazonense fez valer a força da torcida e arrebentou no quadro de medalhas do evento realizado na Vila Olímpica de Manaus e Arena Amadeu Teixeira, Zona Centro-Oeste.

Ao todo, o Estado faturou nos três dias de competição 77 medalhas, sendo 38 na natação, 37 no atletismo e duas no halterofilismo.

Segundo a titular da Sejel, Alessandra Campêlo, o ótimo desempenho dos amazonenses no campeonato deve-se a política de incentivo ao paradesporto implementada na gestão do governador Omar Aziz.

“Esse recorde de medalhas no Norte/Nordeste é mais um passo importante no objetivo maior traçado pelo Governo do Estado, que é ter paratletas amazonenses na delegação brasileira paralímpica dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016″, destacou Campêlo.

“Os resultados foram extremamente expressivos e não poderíamos obter melhor representação perante aos outros Estados. O desempenho dos atletas, inclusive, dá esperança aos amazonenses se destacarem nas etapas nacionais do circuito e, quem sabe, ter um representante nas próximas Paralimpíadas”, comentou o subsecretário da Secretaria Municipal de Desporto, Lazer e Juventude (Semdej), Elvys Damasceno, que está articulando com a Sejel levar os campeões para uma visita ao prefeito Artur Neto.

JEAN LOPES, FERA DA NATAÇÃO AMAZONENSE

O cara da competição. Assim pode ser definida a participação do nadador Jean Lopes no Circuito Loterias Caixa. Após conquistar sete medalhas, sendo cinco de ouro (no 100m borboleta, 100 m costas, 50m livre, 100m livre, 200m medley) e duas de prata (100m peito e 100m costa) ao disputar a categoria S10, o amazonense não só garantiu vaga para o Campeonato Brasileiro, que acorre de 7 a 9 de junho, em São Paulo (SP), como também foi o paratleta que mais faturou medalhas na natação.

“Estou muito feliz com meus resultados. Participo há quatro anos da fase Norte e Nordeste e nunca tinha conquistado tantos títulos. Além disso, vinha me esforçando para baixar meus tempos e consegui. Nos 50m livre baixei de 31 para 29 segundos e nos 100m costa baixei de 24 para 22 segundos. Para a etapa Nacional, ainda pretendo fazer 18 segundos nos 100m costa e sei que tenho condições para isso”, disse, confiante, o paratleta que tem malformação congênita nos membros inferiores e é montador na empresa Moto Honda.

Outro destaque amazonense que brilhou na Vila Olímpica de Manaus foi Aljair Macedo Dantas, 27, da ADEFA-AM. Ele conquistou medalha de ouro nos 50m, 100m, 400 m livre e nos 100m costas na classe S9. Aljair mora em Maués, cidade distante 300 km de Manaus, e realiza seus treinamentos diariamente nas águas do rio Maués-Açú.

Amputado da perna direita aos oito anos, após ser picado por uma cobra surucucu, Aljair já compôs a seleção brasileira paralímpica em competições internacionais.

“Prefiro treinar no rio do que na piscina, pois fico afiado para qualquer desafio. Já estou acostumado e nunca fiquei com medo de bicho. Meu objetivo é retornar à seleção e posso melhorar muito”, afirmou o atleta.

NATAÇÃO GARANTE VAGA NO BRASILEIRO

Os paratletas amazonenses conquistaram 38 medalhas na piscina da Vila Olímpica de Manaus, sendo 17 de ouro, 12 de prata e 9 de bronze. Entretanto, sete atletas não só conquistaram medalha, como também garantiram vaga para a 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Natação, que acontece de 7 a 9 de junho, em São Paulo (SP).

Na lista para a disputa nacional estão os manauaras Aljair Macedo, Jean Dias, Jean Lopes, Manuel Erivelton, Simplício Campos, Marlyson Silva e Mateus Nogueira.

NOVA GERAÇÃO DO ATLETISMO

No atletismo, foram estabelecidos 15 recordes nacionais na pista e no campo da Vila Olímpica de Manaus. A instalação é uma das credenciadas a receber delegações estrangeiras na preparação para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio 2016.

Entre as novas marcas, seis foram estabelecidas por atletas com 23 anos ou menos. Um dos destaques foi o paraibano André da Silva Pereira, 20, da FUNAD-PB. Ele alcançou 11,19m no arremesso de peso da classe F20 e derrubou o recorde anterior, que era dele mesmo, de 10,55m, feito no ano passado, em Fortaleza.

Considerado o atleta revelação da nova geração do atletismo, o amazonense Brendow Christian de Souza, 17 anos, deficiente visual da classe F12 e estreante no Circuito Norte/Nordeste, conquistou três medalhas, sendo uma de ouro no arremesso de peso e outra de ouro no lançamento de dardo e uma de bronze no salto em distância.

“Apesar de estar com uma lesão no músculo tibial da perna direita, consegui superar a dor e até me surpreendi com a prova do arremesso de peso, em que conquistei a medalha de bronze sem ter me preparado para isso.

Além disso, ganhei ouro no lançamento de dardo e fiquei por um metro para conquistar o índice para o Brasileiro que será realizado em São Paulo. Estou aguardando a Confederação rever todas as marcas e quem sabe consigo uma vaga”, informou o paratleta do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA), que descobriu aos 13 anos ter perdido 70% da visão.

NÚMERO DE PARTICIPANTES

O Circuito Loterias Caixa – fase regional Norte/Nordeste – é uma realização do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), com apoio Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), Fundação Vila Olímpica de Manaus (FVO) e Prefeitura de Manaus, via Secretaria Municipal de Desporto, Lazer e Juventude (Semdej). A competição regional reuniu nos três dias de disputa 370 atletas de 16 Estados das duas regiões do País.

Competindo diante dos seus torcedores, o Amazonas teve 16 paratletas do atletismo, 15 da natação e quatro do halterofilismo. Os 35 “guerreiros” representaram a Associação dos Deficientes Físicos do Amazonas (Adefa) e a Associação dos Deficientes Visuais do Amazonas (Advam). O Estado com maior número de inscritos foi Pernambuco, com 107 atletas, seguido por Rio Grande do Norte (68) e Ceará (57). O Amapá teve a menor participação, com apenas um competidor.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.