8º Festival Amazonas Jazz terá abertura oficial em Manacapuru

A programação do 8º Festival Amazonas Jazz, evento anual promovido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Cultura, foi ampliada e ganhou cinco novos eventos, com direito a abertura oficial no município de Manacapuru (a 70 Km de Manaus) neste sábado, dia 20 de julho, e show de encerramento ao ar livre no bairro da Compensa, na zona oeste de Manaus, no dia 2 de agosto.

Com o novo calendário, a edição 2013 do evento consolida-se como a maior da história, com 17 shows de músicos locais, nacionais e internacionais, além de oito workshops e palestras na programação acadêmica.

De acordo com o secretário Robério Braga, os eventos, já estavam previstos no calendário inicial e aguardavam a solução de questões técnicas e logísticas como o transporte de equipamentos de iluminação e som para serem confirmados.

“Seguimos a determinação do governador Omar Aziz prosseguir no projeto de interiorização total dos projetos culturais e de levar as ações do Estado para periferia de Manaus, neste caso, para os moradores da Compensa”, destacou o secretário.

Na “Princesa do Solimões”, a programação do 8º Festival Amazonas Jazz começa às 15h, com a realização de três workshops – Sessão Rítmica (bateria, teclado e baixo), Bocais (trompete, sax e trombone) e Palhetas e Flautas – com os músicos da Amazonas Band. As atividades acontecem na Escola Municipal Jamil Seffair e tem duração de duas horas.

Às 20h, os músicos da Amazonas Band seguem para o galpão da ciranda Flor Matizada, onde acontece a apresentação, conduzida pelo Maestro Rui Carvalho e que terá no repertório clássicos do jazz nacional e internacional, sem deixar de lado algumas das mais importantes obras do grande homenageado do festival este ano: o poetinha Vinícius de Moraes, no centenário de seu nascimento.

As inscrições para as oficinas serão feitas no início das atividades pelas equipes da Secretaria de Cultura e da Prefeitura de Manacapuru. Tanto a programação acadêmica como a artística é gratuita e aberta ao público e a classe artística da cidade.

Compensa – As esquinas das ruas do Comércio com a Gilberto Mestrinho, na Compensa 3, é o local escolhido para o show da Orquestra de Beiradão do Amazonas, no dia 2 de agosto, às 19h30, no encerramento do 8º Festival de Jazz.

Com 14 integrantes no palco, este será o segundo show que o grupo fará no evento e também em sua curta mais promissora carreira de resgatar e mesclar os ritmos regionais de Teixeira de Manaus e outros, com as harmonias, improvisos e características do jazz.

A expectativa de Secretaria de Estado da Cultura é reunir 10 mil pessoas no evento que contará com segurança e toda a estrutura utilizada pelo órgão em outros shows e atividades realizadas em outros espaços públicos da cidade.

Teatro Amazonas e Palácio Rio Negro – No principal palco do Estado, estão confirmados dois shows por noite, sempre a partir das 19h entre os dias 23 a 28 de julho. Na primeira noite, que abre os trabalhos é o cubano Felipe Lamoglia que divide o palco com a Amazonas Band, seguidos pelo lendário multi-instrumentista norte-americano Bennie Mauppin, às 20h30.

Na quarta, dia 24, os amazonenses do All That Jazz, capitaneados por Humberto Amorim apresentam os clássicos do gênero e o paulista Toninho Ferragutti, mostra porque é considerado o “redescobridor do acordeom brasileiro”. Na quinta-feira (25) acontece a homenagem ao “Poetinha”, com shows de Wanda Sá e Os Cariocas.

O pianista português Mário Laginha, abre a programação do dia 26 (sexta-feira) com composições próprias que apontam para as diversas influências de seu trabalho. Parceiro de Stan Getz, Joe Lovano, Dave Liebman e Phil Robson, o baterista norte-americano Jeff Williams fecha esta noite com seu quinteto e composições de seus mais de 40 anos de carreira.

No sábado, a Amazonas Band volta ao palco para receber o compositor, arranjador e saxofonista, Bob Mintzer – indicado quatro vezes ao Grammy (venceu em 2001) – e Chico Pinheiro, guitarrista de São Paulo considerado como um dos artistas mais expressivos da música brasileira contemporânea e às 20h30 é a vez da cantora baiana Rosa Passos tomar conta do espetáculo.

No domingo, dia 28, acontece a noite dedicada à música amazonense, com shows da Orquestra de Beiradão do Amazonas e de Vinícius Cantuária, que retorna aos palcos de seu Estado após 30 anos realizando diversos trabalhos no Brasil e no exterior.

O 8º Festival Amazonas Jazz é uma realização do Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado da Cultura. A programação acadêmica em Manaus acontece no Palácio Rio Negro, dos dias 22 a 26 deste mês, com entrada gratuita para o público. Para mais informações sobre os eventos, horários, ingressos e demais projetos e ações da secretaria acesse  facebook.com/culturadoamazonas.

(Agecom) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.