Vice-governador José Melo entrega lanchas e unidades móveis para intensificar ações de fiscalização da futura Adaf

José Melo

José Melo

Amazonianarede – Agecom

Manaus – Seis lanchas e três unidades móveis de fiscalização vão intensificar as ações de prevenção e controle de pragas e doenças na produção agropecuária do Estado do Amazonas, desenvolvidas pela então Comissão Executiva Permanente de defesa Sanitária Animal e Vegetal (Codesav), que, a partir do ano que vem sofrerá mudanças na sua estrutura, passando a ser Agência de Defesa Agropecuária e Florestal (Adaf).

O equipamento foi entregue na manhã desta sexta-feira, 7 de dezembro, pelo vice-governador José Melo. O reforço nas condições de controle de pragas e doenças no Estado cumpre um dos cronogramas previstos no programa Amazonas Rural, inaugurado recentemente pelo governador Omar Aziz, com o intuito de melhorar a estrutura do setor primário, promovendo o progresso dos produtores rurais. “Além de promover apoio técnico e acesso ao crédito ao produtor rural, temos que oferecer segurança sanitária. Esses equipamentos levarão o serviço da Codesav de forma mais intensa e rápida por todas as áreas do Estado onde tenha atividade agrícola”, destacou Melo.

O vice-governador lembrou que a estratégia focada na segurança sanitária do setor primário vem sendo trabalhada desde o inicio deste ano, quando o Governo do Estado realizou um concurso público para a contratação de 150 técnicos de nível médio e superior para a Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), a qual a Codesav é subordinada. “Com estrutura física e de recursos humanos estamos caminhamos para ganhar status internacional de ‘livre de febre aftosa’. Além de atuar na fiscalização e controle dessas doenças, vamos dotar os produtores de condições para que eles possam produzir de forma fitossanitariamente correta”, acrescentou Melo.

Para o secretário de produção rural, Eron Bezerra, o status ‘livre de febre aftosa’ abre uma janela de oportunidades para os trabalhadores rurais. “Uma vez reconhecidos internacionalmente com rebanhos livre de febre aftosa o mercado consumidor internacional terá interesse em comprar esse produto. Esse é o papel da barreira sanitária, se você não tiver esse serviço montado de forma eficiente não há segurança nacional e internacional”, completou Eron.

Municípios beneficiados

As lanchas irão beneficiar os municípios do Careiro da Várzea, Itacoatiara, Parintins, Nhamundá, Humaitá e Tefé. Os veículos foram adquiridos pelo Governo do Estado, através da Sepror, por meio de um convênio com o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). A parceria entre Sepror e Mapa seguiu uma orientação do governador Omar Aziz, que solicitou à Sepror que a vigilância de ações clandestinas fosse intensificada na capital e no interior.

Um trailer e duas unidades móveis serão utilizados na fiscalização volante em Manaus (trailer), em Boca do Acre e no distrito de Santo Antônio do Matupi em Manicoré (unidades móveis). Cada lancha custou em torno de R$ 138 mil reais. O trailer foi adquirido por R$ 79 mil e cada unidade móvel saiu por R$ 198 mil. Com essas unidades, a fiscalização da Codesav será ampliada nas questões de abate clandestino, frigoríficos, laticínios e no trânsito de animais e vegetais.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.