Um grande público prestigiou ontem a abertura do Festival do CSU no Parque Dez

O prefeito Arthur Neto e a primeira dama Goreth Garcia Ribeiro, presentes na abertura do Festival do CSU, se deliciam com a gastronomia da época
O prefeito Arthur Neto e a primeira dama Goreth Garcia Ribeiro, presentes  na abertura do Festival do CSU, se deliciam com a gastronomia da época
O prefeito Arthur Neto e a primeira dama Goreth Garcia Ribeiro, presentes na abertura do Festival do CSU, se deliciam com a gastronomia da época

Amazonas – O tradicional Festival Folclórico do Centro Social Urbano do Parque, o CSU, foi aberto ontem a noite, com várias apresentações de grupos folclóricos, um grande púbico e uma variedade imensa na gastronomia, o que agradou os frequentadores, a maioria do publico na primeira foi noite, foi do próprio bairro. A secretária de Assistência Social do Município e Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro, também primeira dama do Município, aproveitou a oportunidade para anunciar uma ampla Reforma no CSU o que deixou ainda mais satisfeitos os moradores do Parque Dez e vizinhanças.

Um problema de energia elétrica no local fez com que algumas barracas de comida não estivessem disponíveis e o Parque de Diversões não abriu durante o primeiro dia do evento. A coordenação do festival espera um público de 100 mil pessoas durante o decorrer do festival.

A titular da Secretaria da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), Goreth Garcia, à frente do evento, destacou que o festival folclórico conseguiu ser executado com um regulamento interno que será usado nos próximos eventos.

Um grande púbico, prestigiou o evento
Um grande púbico, prestigiou o evento

“Esse espaço é da população do Parque Dez. É preciso que todos sejam responsabilizados – permissionários também são responsabilizados. Nosso objetivo era deixar um regimento que não seja ignorado nos próximos eventos. A prefeitura não está isenta nesse momento de crise econômica, mas faremos de tudo para que o evento seja superavitário e exista transparência no que foi gasto e no que será revertido”;

De acordo com a organização, toda a renda do festival será destinada ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA), que será usada para a realização de ações voltadas à proteção dos direitos da criança e do adolescente.

No total, são cerca de 200 barracas de comida no local. Além das comidas típicas do evento, grupos de dança se apresentaram ao público. Serão cerca de 170 atrações até o dia 23 de agosto.

Os grupos folclóricos da noite de estreia do Festival, agradaram ao público
Os grupos folclóricos da noite de estreia do Festival, agradaram ao público

Apesar da pouca movimentação no primeiro dia, o casal Paulo e Aline pinto vieram visitar o evento pela primeira vez com a filha de três anos. “Nunca viemos antes, mas é interessante ter esse festival como o último suspiro das festas juninas. Moramos muito longe, por isso fica difícil para vir” disse industriário, de 43 anos.

Segundo Aline Pinto, a filha do casal reclamou da falta do parque de diversões. “Ela queria muito andar nos brinquedos, mas infelizmente não abriu. Esperamos vir nos outros dias onde esteja tudo funcionado e esteja mais alegre”, disse Aline.

O prefeito de Manaus, Arthur Neto, acompanhou a primeira damama Goreth Garcia, na abertura do evento e aproveitou para saborear coisas gostosas da gastronomia juninas e lulianas.

A secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia, à frente do evento, destacou a tradição do festival. “O CSU oferece várias atrações há muitos anos, é um festival tradicional. Estamos muito felizes por prepararmos neste ano mais um evento com segurança, com paz para as famílias. Sete órgãos estão envolvidos na organização” concluiu.

A organização artística do festival é comandada pelo músico Altair Diniz, que informou que cada atração terá de 30 a 50 minutos para se apresentar.

A turma que trabalha com gastronomia, no festival, ficou satisfeito com o movimento da primeira noite
A turma que trabalha com gastronomia, no festival, ficou satisfeito com o movimento da primeira noite

“O festival será aberto pela Dança Internacional Portuguesa, da Compensa. Quem for ao CSU vai gostar das atrações que preparamos para hoje”, destacou. A segunda atração da noite é a Quadrilha Explosão na Roça, do bairro Alvorada.  Também se apresentam a Dança Nacional do Café, do Conjunto Ajuricaba e a Quadrilha Cômica Fuzileiros na Roça. A última apresentação da noite será a Ciranda Tradição, do Japiim.

Amazonianarede

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.